Lili St. Crowd – Strange Angels

Um bom livro, mas que tinha potencial para ser muito mais do que bom! O enredo nos traz a história de Dru Anderson, uma garota que já havia sofrido muitas perdas na vida quando, de uma hora para outra, se vê sem seu pai, companheiro e único amigo. Juntos eles haviam passado de cidade em cidade caçando as criaturas do Mundo Real (onde seus piores pesadelos são realidade). E agora ela está sozinha neste mundo terrível, correndo perigo mortal.
O livro apresenta bem poucos personagens, o colega de sala e posteriormente amigo de Dru, Graves, não me convenceu muito no papel de possível par romântico gótico. A leitura é um pouco arrastada até a metade do livro, a narração em primeira pessoa prejudicou a história na minha opinião, pois os pensamentos da menina as vezes me cansavam, eram repetitivos e chatos.
Existem muitos pontos positivos a ressaltar, gostei da criatividade e originalidade com que a história foi tratada, tem uma mescla de tudo que eu gosto! Achei muito interessante o fato da personagem sentir um gosto específico na boca ao se aproximar de criaturas perigosas. As citações à vida cotidiana também merecem aplausos. Claro que não poderia deixar de elogiar a capa, que é maravilhosa (e o cabelo da modelo me lembra várias passagens do livro, onde ela reclama do frizz).
A chegada do personagem Cristophe dá um ânimo maior a trama e traz mais ação. Gostei imensamente mais dele do que de Graves (deve ser porque eu gosto de personagens descritos como BONITOS)! E o final me deixou com um gostinho de quero mais. Foram revelados alguns pontos e outros foram deixados para a continuação, visto que as séries estão na moda.
Porém antes de encerrar a resenha não posso deixar de comentar o principal aspecto negativo do livro, que se deve inteiramente aos erros de tradução e edição. Por favor Editora Novo Século, mais cuidado com o próximo volume!!! Li várias resenhas que alertavam sobre isso antes de comprá-lo, mas também li que a história valia o esforço (e realmente vale). Não dá para não se indignar depois de comprar um livro por R$ 39,90 (tá, sei que existem livros bem mais caros, mas vamos combinar que dinheiro é dinheiro e se querem democratizar tanto a cultura deveriam baixar o preço de nossos preciosos livros) e ter que ler frases do tipo “quequi cê vai fazer” (siiim quequi tudo junto!) e a “palavra” “cê” a cada dois parágrafos. Não moro no interior mas respeito quem mora, não falo cê, mas respeito quem fala. Quem lê um livro espera, no mínimo encontrar uma linguagem culta e padrão. É claro que quem é compulsivo por YA’s como eu já se acostumou com gírias, é legal em alguns livros. Entretanto neste pesou muito contra, ficou forçado e irritante ao longo da leitura.
Bom escrever o pior no final sempre faz as pessoas acharem que não devem ler o livro e deixa a pior impressão possível. Então quero dizer que SIM, vale a pena comprar e ler Strange Angels (eu quero muito a continuação!!!). Você vai querer ajudar a Dru, cuidar do Graves e se apaixonar por Cristophe (ou talvez se apaixone por Graves, e odeie Cristophe, ou deteste a Dru e goste dos dois, ou ame a Dru e não suporte nenhum deles, enfim ler é o único modo de tirar suas conclusões)!

Avaliação (de 1 a 5):

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: