Ally Condie – Destino

Muito, muito bom!!! O best-seller de Ally Condie já havia me encantado por sua sinopse, que prometia um livro original e instigante. E não deixou para menos, a leitura foi muito prazerosa, divertida e emocionante. Acho que o grande destaque deste livro foi a evolução que a autora conseguiu dar à personagem principal, Cassia.

Ela vive num mundo onde a Sociedade dita às regras. O que você vai vestir, o que comer, onde estudar, com o que irá trabalhar, com quem se casar, em qual período da vida ter filhos e quando você irá morrer. Ela e praticamente todos os cidadãos (pelo menos os da Cidade) aceitam as imposições da Sociedade como normais, pois é em razão destas imposições que eles têm qualidade de vida, praticamente não existem doenças, assaltos e violência. O livro até fala um pouco sobre como a sociedade passada (ou seja nós) pereceu porque tinham tecnologia em demasia e tal. Porém senti falta de uma explicação mais elaborada sobre como as coisas chegaram naquele ponto.

Bem, para que vocês entendam, Xander foi escolhido Par de Cassia (eles vão casar), mas quando ela abre um microcartão que deveria conter as informações de Xander, aparece o rosto de Ky. E é a partir daí que ela começa a se questionar sobre o poder de escolha que ela tem e se ela não poderia ficar com quem desejasse ao invés de aceitar a imposição de um marido.

A autora quis dar enfoque total à estória de Cassia e merece os parabéns por conseguir introduzir as explicações sobre o modo de vida deles de maneira integrada com o enredo. Nada de parágrafos intermináveis nos primeiros capítulos cheios de detalhes da Sociedade. As informações são reveladas aos poucos, e não senti em nenhum momento aquela vontade de pular partes para chegar à ação.

Fiquei encantada com a caracterização de cenários que Ally Condie conseguiu nos passar, consegui visualizar completamente as colinas, a escola, casa e trabalho de Cassia, o que foi muito legal durante a leitura e ocorreu de forma super natural. Também tenho de elogiar os dois representantes masculinos da obra: Xander e Ky me conquistaram. Xander é tão fofo e carinhoso, mas deixou um tanto a desejar no quesito rebeldia contra o sistema. Não que ele não faça coisas erradas pelo bem de sua amada, mas no início a descrição dele parecia daqueles certinhos da turma que nunca fazem nada para contrariar o sistema. Já Ky me encantou mais ainda, porque o lado emocional e sensível dele foi mais abordado, e de forma muito cativante. Ele sofreu tanto na vida, coisas que Cassia nem imaginava que pudessem ocorrer, aliás.

Enfim, eu julguei o livro como maravilhoso, a Editora Suma de Letras está de parabéns pelo lançamento de mais este sucesso. Também tenho de elogiar a divulgação, que está sendo perfeita e a edição do livro que está linda demais!

Avaliação (de 1 a 5):

Advertisements

2 comentários (+add yours?)

  1. gabi
    Abr 11, 2011 @ 19:43:40

    É a segunda resenha positiva que eu leio desse livro, me deu uma vontade enorme de ler! Me pareceu parecido com a série Feios do Scott Westerfeld, é similar mesmo?

    gabi

    Responder

    • Mundo da Leitura
      Abr 13, 2011 @ 11:15:34

      Oi Gabi!
      Adorei mesmo o livro, é surpreendente. Olha, a trama em si até que é bem parecida, embora a autora tenha trazido vários elementos distintos e eu não ache Destino tão juvenil quanto Feios. A crítica social é bem mais profunda, achei ele um livro mais complexo e maduro do que os da série de Scott Westerfeld (mas eu a adoro também, viu).
      Adoro teus comentários!!!
      Beijos

      Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: