David Nicholls – Um dia

Lindo, sincero, emocionante, instigante, espirituoso, inteligente, sagaz, engraçado, comovente, profundo, tocante, sensacional. São muitos os adjetivos que podem ser aplicados a este livro que, como diz a contracapa, “está destinado a se tornar um clássico moderno”. Se vocês forem à livraria e pararem para analisar este livro ficarão tão impressionados quanto eu com a quantidade de elogios que estão espalhados pelo livro. E a obra não deixou para menos. Amei a leitura. Me emocionei, chorei e sofri. Mas acima de tudo aprendi grandes lições de vida. Como que a felicidade sempre pode estar bem na nossa frente e mesmo assim não enxergarmos. Como devemos aproveitar cada minuto do nosso tempo e dedicar aqueles que gostamos. Como somos bobos e inconsequentes quando jovens, muitas vezes perdendo um tempo precioso ao lado de quem amamos. Mas enfim, fiquei sentimental com o fim da leitura. Vamos a história.

Emma Morley e Dexter Mayhew estudaram na mesma faculdade, mas não se conheciam até o dia de sua formatura. Na festa eles acabam ficando juntos e indo para o apartamento da garota. Depois de passar uma noite dormindo “abraçadinhos”, dividindo sonhos, desejos e esperanças para o futuro, eles sentem que uma conexão foi criada. Porém, Emma sabe que este jovem belo e rico deseja mais do que uma namoradinha. Ele quer sair e ver o mundo. Aproveitar cada lugar e dormir com quantas mulheres for possível. Já ela quer mudar o mundo, mesmo que apenas em poucos gestos, num lugar pequeno. Mas também não sabe como fazer isso. Assim, naquele 15 de julho de 1988 eles se separam e seguem caminhos distintos. Entretanto, como eu disse, uma conexão foi criada entre eles e mesmo que o romance não tenha evoluído, uma intensa amizade surge entre eles.

O diferencial deste livro está claro pelo título. Um dia. Este um dia é tudo o que temos da vida dos dois. A cada ano, somos apresentados ao estado em que se encontra a vida dos protagonistas no dia 15 de julho. Por vinte anos a amizade permanece, com altos e baixos, supresas, alegrias, encontros, desencontros e reencontros. E este dia é sempre muito especial de um jeito ou de outro. É um dia marcante para a vida dos dois, mesmo que de maneira subjetiva.

O livro é realmente despretencioso e sincero. A veracidade contida nos personagens é o que mais impressiona. Os dois tem tantos desejos, medos, defeitos e qualidades quanto qualquer um. Dex às vezes tem mais defeitos do que o normal, admito. Mas mesmo assim, lá estão eles juntos, Dex e Em, Em e Dex. Este livro é um relato simples e direto da vida. Da vida de um casal de jovens que tem tudo para ser feliz, mas se perde por medo, orgulho ou simplesmente pelo tempo.

Realmente fiquei comovida com cada capítulo, cada descoberta que fazemos sobre o que mudou naquele ano. E os sentimentos deles são tão verdadeiros que é impossível não se emocionar e se envolver profundamente com a narrativa. Está mais do que recomendado. Uma leitura profunda e ao mesmo tempo divertida. Com tiradas engraçadas, situações do cotidiano que se transformam vistas sob outra perspectiva.

Descobri este livro através de uma resenha da Camila do Leitora Compulsiva e se quiserem saber mais sobre ele confiram lá! Realmente é um livro notável e que com certeza merece ser lido!

Avaliação (de 1 a 5):

Anúncios

4 comentários (+add yours?)

  1. Camila
    Maio 29, 2011 @ 20:13:28

    Oi Adri,
    Que bom que gostou do livro! É realmente emocionante!!!
    Mas acho que o Autor poderia ter parado a história um pouco antes! Achei que o final foi triste e desnecessário!! hehehe
    Beijos
    Camila – Leitora Compulsiva

    Responder

    • Mundo da Leitura
      Maio 29, 2011 @ 21:34:56

      Realmente, o final foi o que me impediu de dizer que o livro é épico e o meu favorito (aliás ainda estou pensando em como terminaria a história, afinal ele já tinha encaminhado tudo tão bem…) enfim, nem tudo é como queremos, acho que foi isso que ele quis dizer! Mesmo assim, achei desnecessário, como você disse. Não comentei nada na resenha para incentivar as pessoas a lerem e tirar suas próprias conclusões…
      Beijos

      Responder

  2. Cristiane
    Jul 22, 2011 @ 16:42:34

    Oi Adriana!
    Simplesmente não tenho uma vírgula à acrescentar na sua resenha! Ela reflete exatamente o que senti na leitura deste livro tão encantador e tocante.
    Me surpreendi muito com a simplicidade da história e com o final arrebatador e nada previsível.
    Simplesmente fantástico e absolutamente um dos meus favoritos.

    Responder

    • Mundo da Leitura
      Jul 24, 2011 @ 11:19:49

      Olá Cristiane!
      Que bom que você gostou, eu amei de verdade este livro (inclusive fui no evento dele este final de semana) e em breve teremos promoção de brindes 😉
      Com certeza é uma história de vida, onde tudo pode mudar e sempre nos surpreendemos com os acontecimentos!!!

      Beijos

      Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: