Pittacus Lore – Eu sou o número quatro

Diferente e ao mesmo tempo um clichê, tenho que confessar que adorei ler este YA book sobre aliens. Eu sou o número quatro é o primeiro volume de uma série chamada Os Legados de Lorien. O autor tem uma narrativa fluida, de fácil compreensão e bem gostosa de se ler. A capa não me agradou, gostaria que tivesse feito uma somente para o livro. Estas capas de filmes não são muito legais na maioria dos casos. Mas durante toda a leitura me peguei imaginando como os acontecimentos seriam em um filme, acho que esta obra foi feita para ir às telonas. Muitas cenas de ação e luta no final, romance e suspense durante todo o decorrer da história.

Quatro é um alienigena que nasceu no planeta Lorien, somente um dos vários planetas habitados no universo. Este lugar já existe há 25 mil anos e passou por algo muito semelhante ao que a Terra hoje passa, extinção dos recursos naturais. Porém os habitantes se mobilizaram antes do derradeiro fim e conseguiram salvar Lorien, que se desenvolveu plenamente. Mas o planeta habitado mais próximo, Mogadore, não foi tão consciente e extraiu tudo de bom que sua terra tinha. Antes da destruição, eles partem para Lorien com o plano de se apoderar de todas as riquezas naturais de lá. Assim, quando Quatro ainda era criança, foi levado junto com outras 8 crianças em uma nave para a Terra. Tudo que ele se lembra são fragmentos de luta, terror e morte em seu planeta de origem.

Para sobreviver na Terra e fugir dos Mogadorianos, é lançado um feitiço nas crianças. É uma proteção complexa, que faz com que só possam ser mortos na ordem de seus números. E após a morte do número Três, o garoto sabe que é o próximo, afinal ele é o número Quatro. Ele tem vivido em fuga, nunca permanecendo por mais de  nove meses no mesmo local. Mas ao se mudar para Ohio e assumir a identidade de John Smith, tudo que ele deseja é sossego. Lá ele conhece Sam, um garoto aficcionado por teorias de conspiração alienígena e Sarah, uma linda garota que é tudo que Quatro sempre sonhou. Viver uma paixão é algo novo e também muito arriscado, pois a qualquer momento ele poderá partir sem pode nem se despedir.

Assim se desenrolam as aventuras deste garoto, lutando, sobrevivendo e tendo esperança de um dia poder voltar e repovoar a sua terra. A descrição que temos de Lorien é linda e muito detalhada, adorei este universo fantástico e paralelo criado pelo autor. Os sentimentos de Quatro também são notáveis, e vão aflorando no decorrer da trama.

É um livro que tanto homens quanto mulheres podem gostar. Tem tudo que eu gosto em um YA book sobrenatural e foi uma experiência muito agradável ler uma obra de um tema que até então só tinha visto nos cinemas. O final deixa muitas coisas em aberto e estou ansiosa pelo segundo volume da série The Power of Six, que ainda não foi lançado. Espero que não demore!!!

Avaliação (de 1 a 5):

Anúncios

3 comentários (+add yours?)

  1. Camila
    Maio 31, 2011 @ 19:04:49

    Oi Adri,
    Acho que hoje em dia é difícil achar algum livro que não seja um pouco clichê, né?? Mas eu também gostei bastante desse livro e quero ler logo o próximo!
    Como você disse, é interessante tanto para meninos quanto para meninas. Meu namorado não leu o livro, mas gostou bastante do filme e disse que ficou bastante curioso para saber o que vai acontecer!!
    beijos
    Camila – Leitora Compulsiva

    Responder

  2. Fernanda
    Jun 01, 2011 @ 16:43:00

    Oii,

    Ah eu adorei o livro, também acho que tem alguns clichês, mas eles não me incomodaram durante a leitura.

    bjo
    Nanda.

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: