Patricia Scanlan – Casamento Duplo

Bom. Mas esperava algo muito melhor! Casamento Duplo, da irlandesa Patricia Scanlan é um chick-lit cujo tema central se baseia no título. Duas amigas (amigas do tipo rivais) que vão se casar em uma celebração conjunta. Jessica é do tipo coração mole e sempre acaba cedendo às vontades de Carol, que é do tipo autoritária e egocêntrica. Pelo menos é isto que a sinopse nos leva a crer.

Comprei o livro pois era uma promessa de leitura leve e divertida, chick-lit em seu estado mais puro e simples. Porém me deparei com uma obra arrastada em diversos pontos. O início do livro não foi dos mais promissores, abandonei a leitura em menos de vinte páginas. Mas como isso foi bem na época da minha ”ressaca literária”, imaginei que ao recomeçar a leitura, me entrosaria melhor com a história. Mas não foi bem assim…

Carol sempre quis ser autossuficiente e não precisar de ninguém, mas por causa de problemas familiares, está em um relacionamento complicado com Gary. No fundo ela sabe que ele não quer se casar pois é um mulherengo, mas em sua ânsia de subir ao altar, propõe um casamento duplo com sua melhor amiga Jessica. Ela sabe que a amiga não deseja isto, mas força a barra e se faz de vítima até que ela aceite. Carol acredita que firmando um compromisso com seus amigos, Gary não terá como desistir do casório. Mas aí eu me pergunto, por que alguma mulher desejaria um marido que só se casou por compromisso com seus amigos? O compromisso deveria ser comigo (ou com Carol, no caso) e não com os outros.

Assim, eu já fiquei com raiva logo no início da trama, detestando os personagens. O único que se salvou (mas nem tanto) foi Mike, o noivo de Jessi. No fundo a autora quis mostrar que o amor de Jessica e Mike era verdadeiro, ao passo que o de Carol e Gary não. Mas isso foi feito de forma muito forçada. Mike era o único que parecia realmente apaixonado. Pela sinopse tudo leva a crer que Jessica é uma menina boa ao lado de uma amiga tirana, mas não é bem assim que a história funciona. A protagonista por muitas vezes se mostrou egoísta e mimada. Brigando com o noivo por coisas idiotas e sendo cruel com a amiga. Não que Carol não merecesse, mas não dá pra dizer que ela sempre era coração mole com a amiga, por que não era meeesmo.

No pano de fundo, o enredo conta com muitos dramas familiares, alcoolismo (tema que eu já percebi que os irlandeses adoram abordar, o que me faz ter certeza de que a fama do país de beberrão não é injustificada), abandono de lar, tristeza e solidão. As mães das noivas roubaram a cena, assim como irmãs e primas. E este foi um ponto muito legal da história, não ficamos tão focados somente no drama do casamento, mas podemos conhecer outros personagens e seus conflitos.

Pelo começo do livro eu daria nota 2, mas me envolvi com a trama a partir de um determinado ponto e fiquei satisfeita com o final (mesmo ele tendo deixado em aberto muitas questões). Por este motivo dou nota 3. Quem quiser se aventurar pelo mundo de sapatos, vestidos e bolos de casamento recheados de brigas e discussões, este é o seu livro!

Avaliação (de1 a5):

Advertisements

2 comentários (+add yours?)

  1. Camila
    Jun 02, 2011 @ 17:30:58

    Bom saber que esse livro não é lá essas coisas!! hehehe
    Assim não sentirei a menor culpa por não incluí-lo na minha lista de próximas leituras!! Até porque, se meu namorado me vê com um livro desse na mão, pode ficar com medo e sair correndo!! hahahahaha
    beijos
    Camila – Leitora Compulsiva

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: