Emily Giffin – Ame o que é seu

Esta é uma resenha sugerida pela Gabi, do Livros e Vagalumes (blog que eu adoro), e se você, assim como ela, quiser fazer o dia de uma blogueira feliz, peça também uma resenha no post Já li em 2011…🙂

Sempre que via este livro exposto nas vitrines, pensava se tratar de uma obra no estilo auto-ajuda. Não sei porque, mas a capa e o título me remetiam a esta ideia. Na realidade, se trata de um chick-lit (literatura de mulherzinha) dos bons! Este é um romance lindo que tem tudo para cativar os leitores!

Ellen Graham é uma fotógrafa de 30 anos, casada recentemente e com uma vida, se não perfeita, muito boa e estável. Seu marido Andy, é o estereótipo do homem perfeito: lindo, fiel, carinhoso atencioso e, ainda por cima, rico! Por isso, é de se imaginar que ela deveria estar feliz da vida, sendo invejada por todas as outras mulheres que não tiveram a sua sorte. E ela realmente estava. Até o aparecimento de Leo.

Ele é seu grande amor do passado, um relacionamento intenso que ela nunca deixou realmente para trás. E um belo dia, quando eles se cruzam em uma faixa de pedestres, ela começa a questionar se sua vida lhe faz assim tão feliz. As lembranças do tempo em que viveu com Leo são muito fortes, e sua ligação com ele não consegue ser quebrada nem mesmo pensando e amando tanto Andy.

Agora, um parágrafo a parte para falar de Andy. Ele é mesmo perfeito! Apesar de ser meio burguês demais em certos momentos, ele faz de tudo pela mulher e não merece tanta dúvida vindo da sua companheira. Impossível não torcer por ele e pela relação dos dois ao longo da trama.

Na verdade este livro, assim como todos os outros da autora, nos traz reflexões psicológicas muito interessantes. Como nos deixamos levar por pensamentos do que poderia ter sido e não foi. Será que quando conquistamos tudo o que desejamos, realmente conseguimos nos contentar, ou estamos sempre em busca de algo mais, mesmo que a felicidade já esteja conosco? Ame o que é seu é uma dica, para que não deixemos de valorizar aquilo que possuímos para ficarmos nos lamentando por aquilo que não temos e que poderia nem mesmo nos trazer algo bom.

Eu amei a trama por me fazer pensar tanto sobre isso, a todo o momento queria entrar na cabeça de Ellen e faze-la ver quanta coisa boa estava perdendo. Ao mesmo tempo, também entendia quando ela se revoltava e a atração que ela sentia, nem mesmo por Leo em si, mas pela idéia que ela tinha de como seria feliz com ele.

Este é um chick-lit maduro, delicioso de se ler, muito fácil e rápido, mas com uma mensagem densa e importante em cada uma de suas palavras. Apesar do tema continuar sendo infidelidade, ele não é tão parecido com O noivo da minha melhor amiga (resenha aqui).

Eu confesso que gostei mais do outro livro, porque é uma obra excepcional! Aliás, já que estou neste assunto, assistam ao filme baseado no livro, que é realmente MUITO fofo e divertido, eu amei!🙂

Para concluir, recomendo a todos os amantes de chick-lit e também aqueles ou aquelas que gostam de um romance que não é “só mais um”, mas que te faz pensar sobre a vida, suas escolhas e, logicamente, sobre o amor.

Avaliação (de 1 a 5):

14 comentários (+add yours?)

  1. Luciana Mara (@LucianaMara)
    Ago 16, 2011 @ 10:33:47

    Ei!
    Concordo com vc que este é um chick-lit maduro e altas vezes quis bater na Ellen.
    Adorei o livro e a msg que ele passa. Acho até que aprendi um pouco com ele.
    Bjins
    Ps: eu acho que esta autora tem problemas sério com infidelidade, já reparou!
    Conheci seu cantinho, e agora volto sempre ^.^

    Responder

    • Mundo da Leitura
      Ago 16, 2011 @ 13:25:57

      Oi Lu!
      Hehehe, então não fui só eu que quis chacoalhar a cabeça dela e colocar algum juízo ali???
      Eu também procurei ver a lição que o livro queria passar, e valorizar mais quem eu tenho ao meu lado!!!

      Hahaha, sim eu sempre me pergunto se ela já foi traída, porque não há uma obra dela que não fale sobre isso!
      Tomara que você volte muitas vezes🙂

      Beijos

      Responder

  2. carol
    Ago 16, 2011 @ 12:16:54

    Sempre tenho a impressão de que os livros da Emily Griffin são de auto-ajuda… tanto pelos títulos quanto pelas capas!
    heheh
    Vou ler primeiro “O noivo da minha melhor amiga”😀

    Bjs

    Responder

  3. Gabi
    Ago 16, 2011 @ 14:11:25

    Agora sim eu quero comprar esse livro, já passei várias vezes por ele nas livrarias, peguei na mão, folheei, carreguei pela loja toda, mas sempre acabei deixando antes de chegar no caixa. Porque não tinha certeza se queria ler. Agora eu tenho e da próxima vez que visitar minha adoravel amiga livraria eu compro ele.

    Gabi

    Responder

    • Mundo da Leitura
      Ago 16, 2011 @ 14:47:55

      Hahaha, Gabi, você é igualzinha a mim! As pessoas me olham como se eu fosse louca, eu pego os livros, folheio, leio, carrego por toda loja, vou empilhando mais livros, quase converso com eles antes de chegar ao caixa, mas nunca me decido por um só!!!! Achei que só eu tivesse essa mania! Quando estou em dúvida com o livro então, o passeio é longo, hehehe😛
      Compra sim Gabi, e aproveita e leva também O noivo da minha melhor amiga, que é the best, hehehe!😉
      Depois me conta o que achou, quero saber a tua opinião!

      Beijos

      Responder

  4. Cristiane Flessak
    Ago 16, 2011 @ 18:35:21

    Oie!
    Eu devo tere sido uma excessão porque não gostei dessa história… Achei ela muito fraquinha, irritante e confesso que tinha horas que eu até torcia pra Ellen se dar mal no final… rs
    Mas aproveito o comentário pra realmente recomendar “O noivo da minha melhor amiga” da mesma autora… esse SIM, é muiiito legal! E o filme então… FOFÍSSIMO! O Dex realmente é tão lindo quanto o livro descreve!🙂
    E ainda tem a continuação (A noiva traída) que é melhor ainda!
    Bjos!

    Responder

    • Mundo da Leitura
      Ago 16, 2011 @ 19:48:55

      Oi Cris! Eu também gostei mais de O noivo da minha melhor amiga, apesar de ter curtido este.
      Hehehe, nem me fala, o filme é TUDO DE BOM, eu sou team Dex forever *-*
      Tem resenha de A noiva traida (something blue no original) aqui no blog, dá uma conferida😉

      Beijos

      Responder

  5. Lucas Martins
    Ago 16, 2011 @ 20:30:49

    Eu estou muito ansioso para ler Emily Giffin! Comprei Questões do Coração e estou mega curioso! Mas preciso de tempo, afinal, os livros dela são grandes, e não sou que nem você que lê com tanta rapidez, rsrsrsrs. Ando me recuperando de uma ressaca literária ainda, então… vou indo aos poucos. rsrsrs.
    Enfim, muito boa resenha! Serviu muito para me subir outros livros da Emily Giffin, na listinha de compras… rsrss.
    Bj, Adriana!

    Responder

    • Mundo da Leitura
      Ago 16, 2011 @ 21:20:18

      Questões do Coração é ainda mais psicológico e denso do que este, o que não significa que não gostei. Eu achei um livro bem reflexivo e me fez pensar muito em como vejo a infidelidade. Como disse a Luciana, essa autora tem um problema sério com esse tema,aushuahsuahsu!
      Tomara que você goste tanto quanto eu!!!

      Beijos

      Responder

  6. Camila
    Ago 30, 2011 @ 17:43:50

    Eu já vi esse livro várias vezes na livraria, mas nunca me animei a ler!!
    Com o tanto de livros esperando na fila, estou começando a ficar muito seletiva com os livros que compro! rs…
    Mas agora vou prestar mais atenção na próxima vez que ver esse livro! Quem sabe?
    Beijos
    Camila – Leitora Compulsiva

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: