Shannon Hale – Academia de Princesas

Queria há tempos ler um livro de Shannon Hale. E desde que li Crepúsculo: Guia Oficial Ilustrado, que conta com uma entrevista muito divertida desta autora com Stephenie Meyer, essa vontade só aumentou. O carisma que senti nas palavras de Hale me fizeram desejar por alguma trama desenvolvida pela mesma. E a mais famosa delas publicada no Brasil vem a ser Academia de Princesas.

Por acaso do destino consegui este livro em uma troca no Skoob, e fiquei muito feliz em constatar que era um exemplar novo, pronto para ser devorado por mim. A sinopse já havia me conquistado, pois sempre tive uma queda por histórias de princesas.

E esta trama tinha mesmo tudo para me cativar, um infanto-juvenil leve e divertido, com uma mensagem muito bonita de amor, amizade e união que me lembrou bastante de Linhas, de Sophia Bennett.

Miri é uma camponesa do Monte Eskel. Acostumada a viver todos os seus 14 anos apenas no trabalho de casa, ela ansiava em trabalhar na pedreira como todos os outros habitantes da montanha, para que pudesse se sentir útil e ativa na comunidade. Porém ela sempre foi super protegida pelo pai, que tinha medo de perde-la assim como perdeu a esposa, e deixava que sua outra filha Marda fosse trabalhar apenas porque precisavam disso para sobreviver.

O povo da montanha nunca teve muito contato com a nobreza, apenas fazendo parte do reino. Mas um belo dia descobrem que o príncipe escolherá em breve sua futura esposa, e que ela deve ser de Eskel. Sendo assim a tradição é que se monte uma Academia de Princesas, local onde as moças aprenderão todos os bons costumes e tudo que se espera daquela que for a escolhida.

Miri é forçada a ir, assim como outras dezenove moças. Lá elas estarão sob os cuidados maus-tratos da rígida megera tutora Olana. Ela lhes ensinará muitas coisas nunca vistas por estas jovens, como a leitura, escrita, história e etiqueta.

Assim, Miri se vê dividida entre o desejo de ser uma princesa e o amor por sua terra natal. E junto com as outras garotas ela irá aprender muito mais sobre a amizade e a força de seu povo.

Um ponto negativo que eu vi no livro foram os nomes dos personagens. Fala sério, ninguém merece ter que ler o nome Miri a cada duas páginas. Peder então, nem se fala. Eu acabei desistindo e lendo sempre como Peter mesmo. E a irmã da protagonista, Marda, bem… Vocês imaginem o que quiserem! Mas o fato é que um autor deve pensar bem antes de colocar um nome no personagem, e mesmo que ele não fique estranho na língua de origem, é dever do tradutor perceber estas pequenas coisas na hora de revisar o texto.

Mas enfim, isto é apenas um detalhe, nada que tire o brilho de uma boa obra para divertir e encantar. Li em uma sentada, na tarde de domingo, e gostei muito do livro. Para quem curte enredos fofinhos, com finais agradáveis e felizes, recomendo totalmente!

Avaliação (de 1 a 5):

8 comentários (+add yours?)

  1. Gabi
    Out 04, 2011 @ 15:30:30

    Oii

    Eu já tinha visto esse livro e pensado em comprar para a minha irmã. Mas agora fiquei com vontade de ler eu mesma haha, eu também adoro histórias assim. Também acho horrível quando o nome da personagem é ruim… É um saco.. Quando eu li Crepusculo e não sabia como pronunciar Carlisle, eu achava um pesadelo ler o nome dele… enfim, fiquei com vontade de ler!

    Gabi

    Responder

    • Mundo da Leitura
      Out 05, 2011 @ 09:27:12

      Oi Gabi!
      Esse livro é super legal, tanto para meninas mais jovens quanto para qualquer adulta em busca de uma trama mágica e bonitinha!!!
      Hahaha, eu também nunca consegui pronunciar o nome do Carlisle direito, mas Marda forçou a barra😛

      Beijos

      Responder

  2. Lucas Martins
    Out 05, 2011 @ 19:28:54

    Marda?? Hahaha! Putz! Concordo com você, tem que ver direitinho antes de pôr um nome assim, e a tradução poderia ajudar um pouquinho, né?
    Não conhecia a autora, parece bom o livro. Não faz muito meu estilo, nunca fui muito fã de infanto-juvenil. Sempre me “atirei” nos dramas e policiais…
    Mas enfim, muito boa resenha, Adriana!
    Bjão!

    Responder

  3. SANDRA MARIA DOS SANTOS DE ARAUJO
    Dez 23, 2011 @ 12:44:39

    Encontrei Shannon no guia de Crepúsculo.Logo irei lê-la e postarei aqui as minhas impressões.

    Responder

  4. rosangela rosamonte
    Jan 11, 2012 @ 11:36:12

    esse livro e demais,…e um sucesso total….uuuuhhhhh

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: