Nora Roberts – A Cruz de Morrigan

Nora Roberts é uma das minhas autoras favoritas. Também, escritora de mais de 200 romances e autora da Série Mortal, sob o pseudônimo de J. D. Robb, até hoje não encontrei uma obra sequer que não me agradasse. Já li mais de 45 livros da autora e cada dia sou mais fã.

Apesar de falarem que a autora entrou na onda dos vampiros e embarcou no sucesso de Stephenie Meyer, parece que poucos se lembram o quanto Nora já escreveu romances sobrenaturais, como a Trilogia da Magia e a Trilogia do Coração. Sim, esta autora adora trilogias, como esta que hoje vos apresento: a Trilogia do Círculo, iniciada com A Cruz de Morrigan.

Como já deve ter ficado subentendido no parágrafo acima, esta é uma história de vampiros. Sim, mais um clichê. Mas também é uma trama totalmente nova, em que os vampiros não são os mocinhos controlados e adoradores de seres humanos, mas também não são os demônios horrendos e sem coração que temos visto por aí, pelo menos não todos. Claro que os vilões da história são os vampiros, mas o grande feito da autora foi encontrar um meio termo, ou seja: vampiros que possam ser íntegros, mesmo que a raça seja degradante. Mas eu estou me adiantando, afinal o protagonista da história não é nenhum vampiro e sim um feiticeiro.

Hoyt vive no século XII e está devastado com a morte de seu irmão. Sim, porque ao ser transformado em um vampiro, Cian teve seu destino selado para algo pior que a morte. A maléfica Lilith, criadora da raça vampírica, transformou pessoalmente o irmão de Hoyt, despertando-lhe o desejo de vingança. Como exímio feiticeiro, ele crê que poderá derrotar esta força do mal, mas a deusa Morrigan tem outros planos para seu súdito.

Lilith ameaça destruir todos os mundos em todos os tempos: presente, passado e futuro, com sua sede de sangue e poder. E Hoyt é o escolhido para formar um círculo que combaterá e destruirá o mal.

Assim, ele viaja ao tempo presente para recrutar seu irmão, agora séculos mais velho e a bruxa Glenna. Isso porque assim foi determinado: um feiticeiro, uma bruxa, um vampiro, uma erudita, aquele de múltiplas formas e um guerreiro, que formarão o círculo de seis e lutarão para salvar os mundos viu só, ela inovou, não é só salvar este mundo, mas sim todos os muitos outros que existem.

E é de um destes outros mundos que vem a erudita e o de múltiplas formas, Moira e Larkin, que viajaram de Geall para cá se unindo aos outros e treinando para a batalha que se aproxima.

Mas aí você deve estar se perguntando, onde entra o romance nessa história? É claro que não poderia faltar, afinal é Nora Roberts, a rainha do romance, que está escrevendo! Hoyt e Glenna, a bruxa, logo descobrem que tem bem mais em comum do que apenas a magia, e mesmo vivendo em um campo de guerra eles descobrirão que o amor pode surgir dos lugares e situações mais inexplicáveis.

Eu amei o livro, um dos meus favoritos da Nora com certeza. Ela soube explorar muito bem o lado sobrenatural, sem deixar de lado o sentimentalismo que tanto adoro. Seus livros sempre me encantam de uma forma ou de outra, mesmo sendo mais densos e carregados, como este.

O livro dá bastante medo de vampiros, mas também nos faz rir com Cian, um membro da espécie totalmente diferente, muito sarcástico e sensual. Amei ele! Mas também amei Hoyt e Glenna, com seu amor a toda prova o tempo todo.

Muito recomendado, A Cruz de Morrigan foi um excelente início para mais esta saga. Fiquei super ansiosa para ler O Baile dos Deuses, segundo volume que pretendo adquirir em breve.

Avaliação (de 1 a 5):

Anúncios

12 comentários (+add yours?)

  1. Luciana Mara (@LucianaMara)
    Out 21, 2011 @ 08:50:45

    Ei Adriana!
    A Nora é mesmo a rainha das trilogias. Ela é uma máquina! Não sei como tantas histórias diferentes saem daquela cabeça.
    Eu só li alguns livros da série mortal, acredita? Não li nenhum romance dela ainda, sem sobrenatural.
    Comprei A cruz de Morrigan em promo um dia desses! Pelo menos desta vez vc não vai me fazer falir.
    Ótima resenha!!!
    Bjins

    Responder

    • Mundo da Leitura
      Out 21, 2011 @ 09:16:04

      Oi Lu!
      Eu amo a Nora demais!!!
      E como vc conseguiu ler só alguns da Série Mortal??? Eu sou viciada nela, não perco um volume, hehehe!
      Começou por um ótimo livro, acho q vc vai gostar 😉

      Beijos

      Responder

  2. Camila - Leitora Compulsiva
    Out 21, 2011 @ 09:58:10

    Agora sim estou convencida a ler essa série!!
    Esse livro está passeando na minha estante e ainda não tive coragem de começar!! rs… Acabei me empolgando com uma promoção, mas depois fiquei em dúvida se gostaria ou não! O bom de começar a ler só agora, é que a continuação já foi publicada, né?? rs…
    Beijos
    Camis

    Responder

  3. Gabi
    Out 21, 2011 @ 12:52:40

    Eu já tinha ouvido falar dessa autora, fiquei surpresa com os 200 romances!! é muita coisa. Não sei se tenho interesse ainda em ler alguma coisa dela, acho que no momento não, mas em breve talvez eu acabe lendo.

    Gabi

    Responder

  4. Andy_Mon Petit Poison
    Out 21, 2011 @ 13:05:43

    Sempre tenho mto medo dos livros da Nora pq as sagas são ENORMES!!! Mas como esse é uma trilogia e td mundo está falando super bem, vou adicionar à minha lista 😉

    Andy

    Responder

    • Mundo da Leitura
      Out 23, 2011 @ 10:49:54

      Oi Andy!
      A maior saga dela é com o pseudônimo J. D. Robb, essa sim é enorme, mas de resto ela se baseia mesmo em trilogias ou livros únicos. Adoro a autora e com certeza é válido adicionar a sua lista, a Trilogia do Círculo está imperdível!!!

      Beijos

      Responder

  5. Lucas Martins
    Out 21, 2011 @ 20:32:09

    Nossa, a primeira resenha desta série que realmente me chama atenção! Nunca pensei muito em ler algo da Nora Roberts, mas de verdade, eu adorei! Parece muito interessante e pelas 5 estrelas, acredito não ser uma perda de tempo que nem ocorreu com alguns livros de vampiro que eu li.
    Já foi adicionado a lista, quero ler logo!
    Bjs!

    Responder

    • Mundo da Leitura
      Out 23, 2011 @ 10:51:17

      Oi Lucas!!!
      Hahaha, “acredito não ser uma perda de tempo que nem ocorreu com alguns livros de vampiro que eu li” #euri!
      Nora Riberts soube mesmo como conduzir a narrativa, o livro ficou muito bom e vale a pena ser lido!!!

      Beijos

      Responder

  6. Juliana
    Nov 06, 2011 @ 12:16:15

    Comprei este livro ontem estava na promoção, achei a história bem interessante, que bom que não é esse clichê que os vampiros estão agora, vampiros são vampiros eles não brilham, nem são emos. Ótima resenha.

    Responder

    • Mundo da Leitura
      Nov 07, 2011 @ 13:52:55

      Oi Juliana!
      Obrigada 🙂
      Realmente a Nora soube como conduzir a história, os vampiros ficaram super bem colocados na trama! Estou lendo o segundo volume agora e adorando também!

      Beijos

      Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: