Chevy Stevens – Identidade Roubada

Uma experiência literária marcante, comovente e espantosa. Não esperava me emocionar, e principalmente me chocar tanto com este livro! A premissa de um thriller sobre uma mulher sequestrada contando sua tragédia nas sessões de terapia não me inspirava muita confiança e apesar de ter lido diversas resenhas positivas, ainda assim me surpreendi pela narrativa fascinante e desconcertante de Chevy Stevens.

Esta é uma história muito, muito impactante. Então se você não gosta de encarar de frente toda maldade e crueldade que um ser humano se é que pode ser assim chamado é capaz, não recomendo a leitura. Mas para aqueles interessados em uma trama extremamente bem escrita, com personagens que te tocam, te despertam raiva, angústia, tristeza, solidão, e emoções a flor da pele, este é o seu livro.

Annie O’Sullivan era uma corretora de imóveis com uma vida boa e, senão feliz, próxima a isso. Tinha uma casa, um namorado e um cachorro. E não precisava aguentar a mãe todos os dias, o que era uma benção. Eu digo que ela era uma corretora porque agora não é mais nada. Nada além de uma carcaça, que anda e fala, mas que não consegue sentir nada além de medo constante.

Certo dia ao chegar ao fim de um plantão de vendas, foi abordada por um homem com jeito simpático que logo a convenceu de ser um comprador em potencial. Ela lhe mostrou toda a casa e ficou feliz pela perspectiva de fechar um negócio. Entretanto, antes de sair da casa, ele lhe agarrou pelos cabelos, colocou uma arma na sua frente e a carregou até uma van. Lá ela foi sedada e somente acordou quando já estava muito longe de casa e de qualquer possibilidade de socorro.

O Maníaco, como passou a chamá-lo, forçou-a a entrar em uma rígida rotina. Deveria ir ao banheiro somente quatro vezes por dia, em horário predeterminado, suas unhas teriam de estar sempre bem cuidadas e pintadas, as roupas que ela usaria seriam decididas por ele todos os dias, Annie deveria cozinhar, passar e limpar, sendo a perfeita dona de casa. Também teria seu banho dado por ele, e seguido do banho sempre vinha a hora do estupro e dos piores abusos.

No chalé, retirado de tudo e todos, ele a manteve encarceirada, prisioneira de sua própria insanidade, durante um longo ano. Não dá nem pra imaginar como seria ficar um ano presa com um ser tão desprezível, vil e nojento, mas que tem sua vida na palma da mão. O Maníaco é um sádico, perverso ao extremo e totalmente desequilibrado psicologicamente. Qualquer ato mínimo de Annie poderia desencadear uma crise de fúria que sempre resultava em espancamento.

O mais interessante é que, como disse anteriormente, acompanhamos a história nas sessões de terapia da protagonista. Ela fala conosco através da terapeuta e achei brilhante a forma como a autora conduziu esses diálogos. Hora somos apresentados aos fatos do passado, hora acompanhamos a vida de Annie no presente. Seus desafios não estão menores e ainda existe muito mistério envolvendo seu sequestro.

É aqui que confesso toda a minha surpresa com as reviravoltas muito bem planejadas e executadas de Chevy Stevens. A autora soube diretinho como me manter presa, ligada na história até a última página sempre curiosa com algum novo fato. Além do suspense ainda temos uma ótima veia policial, que deixou a leitura com um gosto ainda mais especial.

Comecei a ler o livro ao chegar em casa depois do trabalho e não consegui parar até concluí-lo. Ao virar a última página uma sensação muito estranha se apoderou de mim. Francamente, fazia algum tempo que um livro adulto não ficava na minha cabeça rondando e espreitando por tanto tempo. Não consegui dormir até desabafar com meu namorado sobre a história, pelo menos para ver alguém tão chocado quanto eu!

Annie é uma personagem extremamente difícil de definir, alguém com tantos problemas quanto ela não pode ser simples ou comum. E assim como o restante dos protagonistas, ela tem um desenvolvimento psicológico muito profundo e verossímil durante o desenrolar da narrativa, fato que muito me surpreendeu. É difícil falar de tanta dor e ainda conseguir ser coerente.

Outra coisa que preciso comentar é a edição da Arqueiro, que ficou excelente! Não encontrei erros de coesão ou gramática fato raro hoje em dia e achei o acabamento muito bem feito. Sobre a capa, gostei demais! Adorei o jogo de cores e acho que a ilustração passou de forma perfeita a ideia do livro. Identidade Roubada é um dos meus favoritos do ano, um estilo que com certeza irei ler mais de agora em diante, pois me agradou em demasia. Recomendo francamente o livro, uma história ágil e envolvente que irá te tocar assim como a mim!

Avaliação (de 1 a 5):

15 comentários (+add yours?)

  1. Luciana Mara (@LucianaMara)
    Out 28, 2011 @ 06:59:46

    Ei Adriana!
    Pronto! Concretizada a minha vontade de ser este livro.
    Sem mais palavras.
    Ótima resenha ^.^
    Bjins

    Responder

  2. Gabi
    Out 28, 2011 @ 12:41:45

    Ótima resenha! Fiquei com bastante vontade de ler, mas não sei se estou em condições de ler um livro tão impactante. Estou procurando livros mais leves no momento.

    Gabi

    Responder

  3. Lucas Martins
    Out 29, 2011 @ 19:15:25

    Nossa! Que livro é esse?! Repetindo: adoro um drama, e temas fortes *-*
    Me chamou atenção “então se você não gosta de encarar de frente toda maldade e crueldade que um ser humano é capaz, não recomendo a leitura”, para mim foi tipo: EU PRECISO LER ESTE LIVRO. Rsrsrs!
    Acho um máximo livros assim, que conseguem desenvolver estes temas fortes, e entram na mente, fazendo a gente refletir.
    Enfim, bjs!

    Responder

  4. Yasmin Kuhnert
    Out 30, 2011 @ 14:58:57

    Que coencidência. Comecei a ler esse livro ontem e tive que parar. É chocante demais, hoje li o restante hoje cedo e estou sem palavras. O livro realmente fica rodando a nossa cabeça por horas, e ainda caí na asnice de ler bem antes de dormir. Tive uma noite péssima. Não dá para acreditar no jeito que a autora escreve de maneira tão crível. História triste, marcante e que deixa sem palavras.

    Responder

  5. Camila - Leitora Compulsiva
    Out 31, 2011 @ 09:35:43

    Oi Adri,
    Já tinha visto algumas resenhas sobre esse livro e me animei a ler… O problema é que entrei num momento de depressão literária!! Fico pensando no tanto de livro que tenho na estante e, embora eu sinta vontade de comprar mais livros, simplesmente sou tomada pela culpa e não consigo!! O jeito é marcar os livros como desejados no Skoob e deixar para comprar numa outra hora!! rs…
    beijos
    Camis

    Responder

    • Mundo da Leitura
      Out 31, 2011 @ 12:30:03

      Oi Camis! Nossa, é muito difícil eu conseguir me conter, mesmo PRECISANDO ler o que tenho aqui em casa antes de sair comprando mais =O
      Hahaha, é uma pena que nem marcar no Skoob não está dando, visto que ele tá sempre e “em manutenção” nos últimos tempos:/
      Mas esse livro vale super a pena Camila, quando puder leia com certeza!

      Beijos

      Responder

  6. Titi
    Out 31, 2011 @ 12:12:53

    Hahaha Cami, acho que to na mesma!sò comprarei novos livros qdo ler pelo menos uns 3 que tao pela metade.Mas esse me deixou com vontade de chutar o pau da barraca…qse me convenci!

    Responder

    • Mundo da Leitura
      Out 31, 2011 @ 12:23:04

      Oi Titi!
      Hahaha, é difícil manter nossas promessas né, eu mesma saio comprando de tudo e depois não consigo ter tempo de ler!!!

      Mas este livro vale muito a pena viu, assim que der, quem sabe dá uma chance😉

      Beijos

      Responder

  7. Claudia
    Nov 05, 2011 @ 11:04:45

    Oi🙂

    Nossa, não pensei que fosse tão forte o enredo, eu gosto desse estilo mesmo sabendo que pode me assombrar depois, é interessante quando te afeta tanto. Vai para a lista.

    Bjuss

    Responder

  8. Lívia
    Jan 24, 2012 @ 20:30:54

    Li esse livro depois da recomendação desta resenha… Muito forte. Acredito que o que choca mais é do que o ser humano é capaz.. Sabemos que esse tipo de coisa já aconteceu e pode acontecer com qualquer pessoa. Esse livro mexeu tanto comigo que cheguei até a ter pesadelos com o maníaco! Credo!
    Mas, mesmo assim, é um livro surpreendente, ótimo! Recomendo!

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: