Aprilynne Pike – Asas

Um livro jovem, leve e gostoso de se ler. Esta é a melhor definição que consigo encontrar para Asas, um romance sobrenatural muito fofo escrito por Aprilynne Pike e que nome é esse gente! O livro me conquistou de cara pela capa, muito bonita, e pela edição linda que a Bertrand desenvolveu.

A história fala de Laurel, uma garota adotada que sempre estudou em casa, pois morava em uma cidade pequena e a escola ficava muito longe. Agora que seus pais compraram uma livraria em uma cidade maior, ela finalmente terá de enfrentar a maldição do ensino médio, tarefa pela qual não está nem um pouco entusiasmada.

Logo no primeiro dia, porém, ela já faz amigos: David em especial. Ele é gentil com ela, a ajuda nas lições e a faz interagir socialmente. Seu grupinho nem liga para o fato de a menina ter hábitos alimentares bem estranhos para os padrões adolescentes (ela só come frutas e verduras).

Tudo estava indo bem para ela, mas de repente não mais que de repente, surge um caroço nas costas dela. Um caroço muito grande e que cresce cada dia mais. Certa de que irá morrer logo de um câncer, Laurel não sabe o que fazer e tem  medo de revelar aos pais o que está acontecendo. Sim, sim, típico de protagonistas deste tipo de livro as vezes me canso delas hehe!

Só que o caroço, depois de um tempo, dá lugar a algo mais bizarro e chamativo. E é aí que começa a história de verdade e os problemas de Laurel. Confesso que foi difícil desgrudar do livro, foi uma leitura bem rápida e bastante divertida. O tema fadas parece estar vindo com força total nos lançamentos, fato que muito me agrada por ser fã do gênero.

Os personagens são engraçados e bem desenvolvidos, assim como o resto da história. Mas apesar de toda maluquice criada pela autora, ainda achei que faltou alguma coisa para deixar a obra perfeita sabem?! Faltou aquele algo mais! Não sei bem explicar.

Um ponto extremamente negativo no meu ver foi a inserção de um triangulo amoroso bastante forte. Tão forte que não sei ainda qual dos dois mocinhos eu prefiro! Acho que nem Laurel sabe, na realidade. Não gosto muito quando temos dois personagens masculinos perfeitos disputando nossa atenção. Mas enfim, o jeito é esperar para ver e torcer para que a autora desenrole logo a trama

Mesmo assim o livro me surpreendeu bastante, confesso que não esperava gostar tanto dele, entretanto acabei me afeiçoando a narrativa e fiquei bastante curiosa para saber como se desenrolará a história.

Se você é daqueles que tem medo de séries pela falta de conclusão dos volumes pode ler sem medo, porque a trama é bem concluída e tudo menos a questão amorosa é resolvido em Asas! Recomendado 🙂

Avaliação (de 1 a 5):

Anúncios