Carlos Ruiz Zafón – Marina

Só Tenho uma coisa a dizer depois desta leitura: o cara escreve bem mesmo! Sempre fui aconselhada a ler A sombra do Vento e O Jogo do Anjo, os dois livros de Carlos Ruiz Zafón mais famosos aqui no Brasil, mas o preço e os inúmeros livros na minha listinha de desejados ainda não me deixaram seguir esta recomendação. Por este motivo, quando soube do lançamento de Marina um livro mais acessível, digamos assim, e que segundo o autor era um de seus favoritos, não tive dúvida em embarcar de cabeça na leitura.

Após a compra ele ainda ficou um tempinho parado na estante, a espera de sua vez. E quando ela chegou me arrependi por não ter lido antes. Não que minhas outras leituras não estivessem à altura dele, porque até estavam. Mas a obra é super rápida de se ler e agrega muito.

Marina é narrado por Óscar. Ele é um menino de 15 anos crescendo solitário em Barcelona, nos anos 70. Seus pais o deixam em um internato e nunca estão presentes. Sendo assim, sua companhia constante são as ruas, para onde ele dá um jeito de escapulir todas as tardes. Percorrendo os casarões, outrora grandiosos e agora abandonados, ele acaba descobrindo Marina.

Ela é uma menina moça linda, morando sozinha com o pai numa mansão decrépita em companhia de um gato feroz. O modo como se deu o encontro faz com que Marina perceba o quanto Óscar gosta de mistérios e aventura. Por este motivo, ela o leva ao Cemitério perdido da cidade, lugar que poucos conseguem encontrar.

Lá existe um túmulo sem nenhuma inscrição, apenas uma borboleta negra, que todo mês, no mesmo dia, uma senhora de preto, escondida por um véu, vai visitar.

Intrigados com o mistério, os dois seguem a mulher em busca de respostas e de ação. Mas o que era para ser uma simples brincadeira se transforma em um jogo de vida ou morte, literalmente.

Mexendo com o imaginário infanto-juvenil e inserindo vilões de nossos mais terríveis pesadelos, Zafón dá a obra um ar de Edgar Allan Poe. Gostei bastante da narrativa e li em um só fôlego, encantada com o mistério e disposta a tudo para descobrir a resposta!

Com certeza o autor soube como prender a atenção e nos deixar ligados em cada passo de Óscar. Os personagens são sensacionais, super bem construídos e misteriosos. A trama é fantástica e não resta dúvida de que recomendo com certeza!!!

Avaliação (de 1 a 5):

Anúncios