Gena Showalter – A Paixão Mais Sombria

Um dos melhores livros de SMS até o momento! Como vocês já sabem, eu amo esta série sombria e sexy escrita por Gena Showalter, que possui elementos sobrenaturais marcantes, guerreiros lindos e maravilhosos e um “quê” de Irmandade da Adaga Negra.

Este é o quinto volume publicado no Brasil, e vem nos contar a história de Aeron, guardião da Ira. Desde o primeiro livro temos contato com este guerreiro atormentado, que sofreu um bocado no decorrer dos livros, além de aterrorizar os demais companheiros com sua brutalidade.

Livre da maldição que se abatia sobre ele graças à ajuda de Paris, guardião da Luxúria, ele agora pode se dedicar aos prazeres simples da vida, como exterminar os Caçadores da forma mais cruel possível, cuidar de Legião, sua amiga/bebê/companheira demônio e levar Paris a cidade de Budapeste para encontrar mulheres com quem Luxúria possa passar a noite sim, porque depois de perder sua amada, ele não deseja mais ninguém.

Mas o contato com Legião, que era uma das coisas que ele mais prezava na vida pois ela lhe lembrava uma família, sonho de Aeron é interrompido com a presença de um anjo que segue o guardião. Este anjo impede que o pequeno demônio fique junto de Ira, o que causa extrema revolta no guerreiro.

Já começamos a acompanhar a trama do anjo e de Aeron desde o livro anterior, mas logo no início de A Paixão Mais Sombria conhecemos Olivia. A misteriosa presença que o guerreiro sentia na verdade era uma anja, que recebeu a missão de matá-lo. Porém ela acabou se apaixonando, e por sua recusa em completar a tarefa suas asas lhe foram arrancadas. Ela caiu no inferno e saiu de lá em busca de seu amor proibido.

Qual não é a surpresa de Aeron ao ver uma linda anja caminhando ou tropeçando, na verdade por seu gramado. Ele não quer nada com ela e só pensa em se livrar da moça, assim poderá conviver novamente com Legião. Mas os conhecimentos de Olivia são de muita utilidade na luta contra os Caçadores, por isso todos decidem mantê-la por perto e Aeron não tem muita escolha a não ser ajuda-la.

O mais interessante de todo livro é que a autora usou e abusou de tiradas sarcásticas, sensualidade e ação para narrar esta história. Como eu disse antes, foi um dos que eu mais gostei e isso se deve em grande parte ao fato de ter rido altas vezes com as passagens da obra. Olivia e Aeron formam um casal entrosado, que cativa o leitor logo de cara. Apesar da moça ser um tanto ingênua, ela não é boba e não deseja ficar parada esperando as coisas caírem no seu colo. Mesmo que não saiba direito o que faz, ela é decidida e inteligente, característica que prezo muito em protagonistas femininas.

Se você gosta de romance, ação e aventura, com muito sobrenatural, mitologia e fantasia, esta é a sua série. Mas atenção! Recomendo apenas para quem gosta do estilo, quem leu séries como IAN, Midnigth Breed, entre outras, e não gostou, provavelmente também não gostará dessa.

Avaliação (de 1 a 5):

Anúncios