Carole Matthews – A Dieta das Chocólatras

Este é o livro de Janeiro do Desafio Literário 2012, cujo tema era gastronomia. A Dieta das Chocólatras é a sequência de O Clube das Chocólatras, chick-lit que li no ano passado e AMEI!!!

O livro começa exatamente onde terminamos o outro, assim continuamos acompanhando a vidas dessas quatro mulheres unidas pelo amor ao chocolate. A narradora ainda é Lucy Kincaid, a mais divertida de todas as personagens!! Ela terminou o outro livro com um belo romance em mãos, mas nesta sequência acaba percebendo que a vida não é um mar de rosas.

Lucy é aquela típica personagem chicklitiana que me dá nos nervos diversas vezes. Mesmo sabendo que está fazendo a coisa errada, ela persiste na burrice, o que as vezes me fazia querer entrar no livro e chacoalhar a moça.

As outras integrantes do Clube também não fogem à regra. Autumn, apesar de ter resolvido a questão amorosa, agora enfrenta o drama de apresentar à família extremamente conservadora o seu namorado negro, pobre e que não joga golfe!!! E ainda temos a volta do irmão, dependente químico, Richard para assombrar ainda mais a vida da moça, prejudicando seu namoro.

Chantal, a maníaca por sexo, deseja profundamente restaurar seu casamento. Mas essa não é uma tarefa simples, afinal traição demora para cicatrizar… Ela e Ted tentam dar um rumo ao casamento, mas ele quer filhos e ela, não. Mas será que depois de tudo que aconteceu ela realmente não tem esse desejo? Isso é o que o leitor vai acompanhando e descobrindo aos poucos.

Já Nadia, para mim, foi quem teve um drama mais pesado. Seu marido era tão viciado em jogo que quase perdeu a casa, mas agora depois de uma separação ele parece estar mudado e ela decide dar uma chance ao casamento. Porém, como eu disse, nunca é tão fácil assim superar um vício…

Essas são as chocólatras, mulheres com muitos problemas e motivos para chorar, mas que encontram no Paraíso do Chocolate um motivo para voltar a sorrir. Unidas pelo amor à este doce único, elas se ajudam, prosperam e fazem votos de amizade eterna.

Como no livro anterior, somos colocadas por dentro de todos os tipos, marcas e sabores de chocolate possíveis. Alguns eu pude reconhecer, pois são internacionais, outros, só indo para os EUA para saborear!!!

Este livro, apesar de ter temas bastante pesados, é uma obra leve, descontraída e muito divertida. Você pode gargalhar horrores com os diálogos das personagens, com o casal gay que administra a chocolataria, e principalmente com Lucy, a mais desastrada e indecisa de todas.

Com certeza recomendo muito o livro, quem gostou de O Clube das Chocólatras ou de livros parecidos, com certeza irá amar!

Avaliação (de 1 a 5):

Carole Matthews – O Clube das Chocólatras

Eu amo chick-lits! Este é um gênero divertido, romântico e que tem praticamente tudo que eu procuro em um livro. Chick-lits são livros que abordam o universo feminino, a mulher moderna e todos os seus dramas, medos, conquistas, neuras e principalmente, seus  problemas de relacionamentos.

O Clube das Chocólatras se enquadra perfeitamente neste estilo, nos apresentando quatro personagens centrais com tipos de vida bem diferentes, mas unidas pelo mesmo amor: o chocolate. É comprovado cientificamente pode perguntar para qualquer representante do sexo feminino que chocolate acalma, cura dor de cotovelo, aplaca a TPM, alivia o stress e alegra o dia de qualquer um! Mas Lucy, Nadia, Autumm e Chantal levam esta paixão pelo doce a níveis nunca antes vistos!

Esta obra me lembrou bastante de Sapatólatras Anônimas, não só pelo nome, mas pela estrutura da trama, que é idêntica. Quatro mulheres unidas pela mesma paixão, cada uma com um drama maior que o outro. Claro que isso não quer dizer que não gostei da história, muito pelo contrário, eu amei. Como expliquei para vocês no outro post, não tenho nada contra clichês ou repetições, desde que hajam elementos inspiradores no livro que me conquistem de primeira.

E assim foi com esta obra, me identifiquei com as protagonistas de imediato. Dei altas gargalhadas com Lucy e suas trapalhadas amorosas. Me diverti e me choquei a beça com Chantal e sua fome incontrolável por sexo mesmo tendo em casa um marido que não a auxilia nestas atividades. Autumm me prendeu por sua simplicidade e amor ao próximo, sempre gosto das boazinhas. Já Nadia me fez ver o lado de uma situação que é pouco abordada pela literatura pelo menos eu acho o vício em jogos.

Todas elas tem algo a te mostrar e ensinar. Isso é o mais legal e mais divertido da história. E claro que todos os problemas que surgem vão sendo resolvidos com muita amizade e chocolate, claro. Conheci diversas marcas que nem sabia que existiam, mas que me deixaram com água na boca assim como a capa! Quem dera existisse um “Paraíso do Chocolate” aqui na minha cidade!!!

Um livro de temas bem adultos e super divertido, se você gosta do gênero, não pense duas vezes e leia logo! Eu, com certeza, estou louca pela continuação, A Dieta das Chocólatras 😉

Avaliação (de 1 a 5):