John Marsden – Amanhã: O Outro Lado do Amanhecer

Livro que fecha com chave de ouro esta série tão maravilhosa! Espetacular, emocionante e envolvente são alguns dos adjetivos que eu poderia usar. Um desfecho verossímil e extremamente satisfatório, mesmo dentro de um contexto tão pesado quanto a guerra que o autor propôs como tema.

Se você não leu os volumes anteriores, não recomendo que acompanhe toda a resenha, pois pode conter spoilers involuntários. Para ler as resenhas dos demais livros, clique nos títulos abaixo:

Já começamos este livro com muita ação. Apesar de eu estar esperando um livro corrido, com tanta coisa que havia para ser resolvida, John Marsden soube dosar direitinho os momentos tensos, os de luta e os de reflexão.

Agora que a guerra parece estar chegando ao fim, nossos bravos heróis, Ellie, Lee, Fi, Homer e Kevin precisam, além de arrumar uma forma de proteger as crianças, partir em uma missão que o coronel Finley lhes confiou.

O dia D está chegando, e a Nova Zelândia irá atacar com tudo. E o grupo de jovens foi o encarregado de planejar ataques sistemáticos a qualquer ponto que julguem ser importante para o exército inimigo.

Só que algo sai muito errado e Ellie acaba se separando do restante do grupo. Isso faz com que ela tenha que enfrentar sozinha perigos inimagináveis, enquanto o leitor fica sem notícias dos outros sobreviventes. É muita tensão neste trecho do livro, o autor foi muito inteligente ao criar o final, não só por dar maior destaque a Elli, que é a narradora da trama, mas também por não ter dado ao livro um final impossível.

Meu maior medo sempre foi o modo como John Marsden iria consertar toda a bagunça (leia-se guerra) criada ao longo dos livros. Achei que seria muito inverossímil se tudo acabasse bem, o exército inimigo se retirasse e tudo voltasse ao normal! Felizmente, o autor me surpreendeu positivamente, escrevendo um desfecho que com certeza seria possível, apesar de ser o mais feliz de todos.

Não se preocupem pois ele não deu uma de Suzanne Collins (quem já leu A Esperança vai entender), mas também não deu aquela solução mágica que não existe na vida real e que muitos autores insistem em usar nos livros deste gênero.

Minha única ressalva foi em relação ao casal Ellie e Lee, pelo qual eu tinha um grande apreço e não gostei muito do desfecho. Embora eu entenda a mensagem que o autor quis passar, não adianta, sou uma romântica incurável.

No mais, só tenho a elogiar a mensagem linda de vida e esperança que esta série deixou para mim, com certeza sempre me lembrarei dela com carinho e relerei muitas vezes.

Deixo muitas recomendações de que leiam os livros, esta série vale muito a pena e deveria ser bem mais conhecida!!!

Avaliação (de 1 a 5):

John Marsden – Amanhã: Quem tem medo da noite?

Este é o sexto e penúltimo volume da série Amanhã e John Marsden soube direitinho como manter o clima tento e de expectativa ao longo de todo o livro.

Após as mais arriscadas e loucas ações ao longo de Quando a Guerra Começou, O Silêncio da Noite, No terceiro dia, a geada, Escuridão, seja minha amiga e Vingança em chamas, em Quem tem medo da noite? nossos heróis de guerra mostram todo seu esforço para se manterem unidos e vivos em meio a guerra e ao caos.

Depois de seu ataque mais violento e poderoso desde o início da guerra e da oferta de voltar à Nova Zelândia, que foi rejeitada por todos, Ellie, Lee, Fi, Homer e Kevin tem agora mais um desafio pela frente.

Um grupo de órfãos afetados em demasia pelos horrores vividos em uma guerra como aquela acaba ficando sob a responsabilidade daqueles jovens, que não sabem direito como lidar com crianças tão teimosas, obstinadas e abaladas psicologicamente.

Este livro tem cenas muito tristes, embates engraçados e uma mescla de tudo que fez com que me apaixonasse pela trama do autor. Apesar de não possuir tantas cenas de ataques desenfreados, Quem tem medo da noite? nos prepara muito bem para o que está por vir no último livro da série.

A introdução e desenvolvimento das novas personagens, que apesar de serem crianças são muito complexas e difíceis de compreendermos, foi feita brilhantemente. Não há como não se afeiçoar aquele grupo de pirralhos teimosos, mesmo tendo vontade de esganá-los de vez em quando.

Embora eu tenha afirmado que não existem cenas de ataques, isso não quer dizer que não role muita ação ao longo das páginas. Perseguições alucinantes e a descoberta de que o Inferno, seu refúgio durante todo aquele tempo de guerra, pode não ser mais um lugar seguro garantem ao leitor ansiedade de roer as unhas. Garanto que não dá para parar de ler até a última página.

Obviamente, assim que terminei o livro corri para o próximo, que já estava me aguardando na prateleira!

Totalmente recomendada, a série Amanhã é uma das minhas favoritas do gênero juvenil.

Avaliação (de 1 a 5):

John Marsden – Amanhã: Vingança em Chamas

Depois de um início primoroso em Amanhã: Quando a Guerra Começou, sequências alucinantes em O Silêncio da Noite e No Terceiro Dia, A Geada e uma pausa para respirar em Escuridão, Seja Minha Amiga, eis que John Marsden retornou com tudo em Vingança em Chamas!

Como já diz o livro, agora é a hora de nosso grupo de jovens soldados mostrar a que veio. Depois de um fracasso em sua tentativa de destruir o aeroporto construído pelo exército inimigo no volume anterior, agora eles estão com sede de destruição. Ainda mais depois de algumas descobertas nada agradáveis sobre suas famílias.

Voltar para a Nova Zelândia parece um sonho distante e, depois de algum tempo confinados no Inferno, Ellie, Homer, Lee, Fi decidem que um ataque ao inimigo é necessário.

Mas como atingir um ponto tão fortemente armado e protegido? Isso vocês só descobrirão lendo! Mas de uma coisa podem ter certeza: John Marsden não brinca em serviço e não poupa o leitor de cenas de ação e violência.

Cada vez mais todo o horror vivido pelos jovens afeta sua sanidade e atitudes. Ellie se culpa pelas mortes que carrega e por seu comportamento louco enquanto esteveem segurança. Leesó deseja vingar as mortes de todos que conhecia e morreram. Homer está cada vez mais mandão (ele e Ellie brigam sem parar), Kevin não suporta mais o medo de perder a vida a cada jornada que seus amigos o forçam a fazer e Fi, a outrora doce e inocente Fi está definhando de tristeza e saudade, nem consegue mais manter a pose de durona.

Cada um deles deve enfrentar seus fantasmas, porque senão o resultado certo é a morte.

Este livro retomou com tudo o ritmo de ação alucinante, descobertas surpreendentes e aventura em todas as páginas. Fiquei com pena e com raiva de quase todos os personagens, mas principalmente do Lee, que faz a maior das burradas no final da obra.

Em Vingança em Chamas são introduzidos novos personagens e cenários. Saímos um pouco do Inferno, acompanhamos os ataques do grupo e suas tentativas de se manterem vivos, fortes e atuantes em uma guerra que parece não ter fim.

Algumas cenas são bastante surpreendentes e chocantes, a brutalidade da morte e da guerra fica mais evidenciada do que nunca.

Sem dúvidas, essa é uma série mais do que recomendada. As edições da Fundamento são lindas, e a trama é rica e envolvente. Leiam!

Avaliação (de 1 a 5):

Volta ao Mundo em Sete Dias #20

Olá queridos! O Volta ao Mundo em Sete Dias de hoje será bem rapidinho porque minha inspiração anda em baixa ultimamente…

Com o final do ano chegando parece que tudo resolveu sair dos eixos, principalmente meu trabalho. Ando super estressada, indecisa a respeito da faculdade e mais umas mil e outras coisas. É, não é fácil ser eu =P

Mas deixando o momento deprê de lado, afinal o fim de ano é geralmente uma época que me anima muito, vamos falar de livros, que é meu tema favorito!

Primeiramente as novidades: novas parcerias do blog. Algumas editoras firmaram parceria com o Mundo da Leitura recentemente, são elas:

Landmark

Giz Editorial

Grupo Pensamento

Muito obrigado a todas vocês pela confiança e carinho com que me atenderam!

Sobre as minhas leituras, me desmotivei um pouco essa semana, li apenas:

  • O Preço de Uma Lição – Federico Devito e Rogério Mendonça
  • Julieta Imortal – Stacey Jay (resenha segunda-feira)
  • Um Homem de Sorte – Nicholas Sparks
  • Amanhã: Vingança em Chamas – John Marsden

Tá certo, não é pouco, mas eu gostaria de ter lido mais.

E meus lindos livros recebidos:

  • Sociedade Secreta: Sob a Rosa – Diana Peterfreund
  • Sociedade Secreta: Ritos de Primavera – Diana Peterfreund (mal li o primeiro e já quis os outros dois, essa série é muito boa :))
  • Amanhã: Quem tem medo da noite? – John Marsden
  • Amanhã: O Outro Lado do Amanhecer – John Marsden (estou chegando ao fim da série, e está cada vez melhoooor :D)
  • Footloose – Rudy Josephs (alguém resiste à capa linda deste remake?)
  • Amor de Redenção – Francine Rivers (livro que estou desejando há eras, desde que li a resenha maravilhosa da Vivi no Recanto da Chefa)
  • No Fundo do Amor – Tera Lynn Childs (God, que capa linda *-* a edição da iD ficou maravilhosa, só não gostei do título nacional, mas é uma das próximas leituras com certeza)
  • Gone: O Mundo Termina Aqui – Michael Grant (estou a mais de um ano querendo ler esse livro, a resenha linda da Nanda, no Viagem Literária me empolgou demais).
  • Graceling: O Dom extraordinário – Kristin Cashore (a Nanda, do Viagem Literária realmente quer me falir, depois de ler uma resenha tão perfeita, tive que comprar o livro).

E, para finalizar, os queridos da Livraria Noble Book foram muiiito gentis, como sempre e, além de conseguirem vários lançamentos em tempo record para mim, me presentearam com um bloquinho muito fofo *-* Adorei! Também aproveitei para pegar muuitos marcadores de A Maldição do Tigre (lindo, lindo), O Trono de Fogo e O Diário de Suzana para Nicolas o/

Por hoje era isso, espero que semana que vem eu ainda traga mais novidades e tenha mais ânimo para escrever, hehehe!

Beijos e bom final de semana à todos!

John Marsden – Amanhã: Escuridão, Seja Minha Amiga

Esse é o quarto volume da série Amanhã e finalmente John Marsden nos deu uma folga para respirar. Já explico: em Quando a Guerra Começou, O Silêncio da Noite e No Terceiro Dia, a Geada, temos ação, ação e mais ação do começo ao fim. Já em Escuridão, Seja Minha Amiga, temos mais reflexão e narração dos personagens.

Este foi um dos fatores que deixou o livro mais lento, afinal o autor trabalha muito o lado psicológico dos sobreviventes. Eles já passaram por muitas coisas, viram muitas mortes e isso agora está cobrando seu preço. Depois de causarem inúmeros estragos no exército inimigo, eles agora têm uma folga para refletir e tentarem, mesmo que em vão, esquecer um pouco todo horror de uma guerra.

Achei os questionamentos, medos e divagações deles fantásticos, o autor soube retratar bem como eu imagino que seja a mente de alguém que já passou por tanta coisa como Ellie, Homer, Lee, Fi e Kevin.

Eles perderam amigos, estão longe de seus pais e sem grandes notícias do seu país. Não parece haver um futuro promissor no fim do túnel e a invasão não dá nenhum sinal de estar se encaminhando para um desfecho.

Porém, apesar de imaginarem que não iriam voltar tão cedo à Austrália, eles acabam descobrindo que os Neozelandeses (ou kiwis, como são chamados pelos jovens) que os resgataram tempos antes, agora estão mandando-os de volta para ajudarem na guerra.

Agora tudo será diferente, claro, irão com um grupo de elite treinado, fortemente armado e apenas ajudarão na localização e abrigo, lhes mostrando, literalmente, o caminho para o Inferno.

Logicamente as coisas não saem exatamente como combinado e logo nossos heróis estão novamente em perigo, lutando contra este mal que quer dominar seu país. E agora, com tantos traumas e cicatrizes do passado é ainda mais difícil se imaginar correndo riscos.

Neste livro aprendemos algumas lições importantes, sendo a maior delas: num dia se ganha, no outro se perde. Nem sempre é possível ter boa sorte e fazer tudo dar certo. Muitas vezes na vida não conseguimos concretizar alguns planos, e assim também acontece com este grupo de adolescentes guerreiros. Porém o mais importante é que eles continuam de pé, lutando e sonhando.

Outra coisa legal do livro foi o relacionamento entre Lee e Ellie, que se reaproximam e me deixaram curiosa para saber o que vem por aí! Já estou com Vingança em Chamas aqui em casa para ler, e ele promete retomar com tudo o ritmo de ação alucinante eu me surpreendeu e agradou tanto desde o início da série.

Desta vez não darei a nota máxima apenas por que o livro realmente foi mais lento do que os outros, o que tirou uma estrela dele. Mas continuo recomendando demais Amanhã, é uma das sagas mais interessantes e bem escritas que já tive o prazer de ler!!!

Avaliação (de 1 a 5):

Volta ao Mundo em Sete Dias #17

Olá pessoal! Escrevo este post após finalizar a leitura de A Breve Segunda Vida de Bree Tanner. Estamos todos em clima de Crepúsculo essa semana e ainda hoje vou ver o filme e conferir se ficou mesmo tão bom como todos comentam!!!

Tenho que confessar o quanto senti saudades da escrita de Meyer e como foi bom ler esta história relacionada ao livro Eclipse. Sinceramente, não esperava gostar tanto assim, mas como sempre me surpreendo com a impecável escrita dessa autora maravilhosa! Só que já chega de falar de Bree, afinal isso é assunto para a minha resenha…

Hoje é dia de contar os fatos da minha semana, e é isso que faço agora. No último final de semana houve evento de O Trono de Fogo em Porto Alegre, mas eu não estava aqui e não pude comparecer. Este findi não teremos encontros, o que é compensado pelo fato de no próximo dia 27 termos um mega evento da Editora Agir com mediação da Guardiã da Meia-Noite, tão bem conhecida na blogsfera gaúcha! Estou muito empolgada com o Richelle Mead no Brasil, série de eventos que a editora está promovendo em todo o país! Como disse, será dia 27 às 15hs na Saraiva do Shopping Praia de Belas, em Poa. Quem puder comparecer, já adianto que sempre nos divertimos muito em nossos encontros!

Falando de leituras, essa semana eu mesma me surpreendi ao listar o que li! Comecei lendo A Promessa de Richard Paul Evans, que já está resenhado e vai ao ar na próxima semana. Depois li Tequila Vermelha do famoso Rick Riordan, também já resenhado e agendado para próxima semana. Depois li Qual Seu Número? de Karyn Bosnak, que por ser livro de parceria pulou na frente dos outros e já está resenhado no blog. Li também Como Treinar o Seu Dragão de Cressida Cowel. Em seguida veio Radiante de Alyson Noel, do qual não esperava gostar muito, mas acabou sendo uma leitura leve e gostosa. Depois teve outro livro de parceria que chegou e “furou a fila”: A Maldição do Tigre, de Colleen Houck, que também terá resenha publicada na próxima semana. E por fim, mas não menos importante, li A Breve Segunda Vida de Bree Tanner da musa Stephenie Meyer. Ufa! Li bastante 🙂

E também recebi bastante coisa, para falar a verdade… Como já adiantei ali em cima, de parceira com as editoras chegaram Qual Seu Número? da Novo Conceito e A Maldição do Tigre da Arqueiro. Fiquei muito feliz com ambos, que são lindos (sério, a capa de A Maldição do Tigre é uma COISA, foi amor a primeira vista) e tem histórias fantásticas, amei demais!

Também recebi O Que Falta Ao Tempo, livro que chegou de uma troca com a fofíssima Luciana Mara, que tem um dos blogs mais divertidos e hiper recomendado por mim, o TOC. Se querem dar boas risadas e encontrar ótimos livros, esse é o lugar!

Além dele, chegaram L.A. Candy – Lauren Conrad, A Casa dos Macacos – Sara Gruen, Amanhã 4: Escuridão, Seja Minha Amiga – John Marsden, O Hipnotista – Lars Kepler e Wereworld: A Origem do Lobo – Curtis Jobling.

Estou louca para ler todos eles, mas vocês sabem que a fila é grande, então talvez demore um pouco para me organizar nesta nova rotina com tantas leituras! Para finalizar, deixo os marcadores lindos que recebi, uns super fofos que a Lu me mandou junto com o livro obrigada querida e o botton lindão que a Arqueiro mandou junto com o livro, simplesmente AMEI *-*

Por hoje era isso. Fiquem de olho porque amanhã tem promoção de Qual Seu Número no ar, e quero ver todos participando! Beijos e até a próxima Volta ao Mundo :*

John Marsden – Amanhã, No Terceiro Dia, A Geada

Se eu julgava que O Silêncio da Noite havia sido pura ação, “No Terceiro Dia, A Geada” veio para me provar que a imaginação de John Marsden não conhece barreiras!!! Fico cada vez mais encantada pela série, que passa a ser classificada por mim não mais como infanto-juvenil, mas sim como Yong Adult pela maturidade da trama e pelas fortes cenas que acompanhamos neste terceiro volume da série Amanhã.

Resenha sem spoilers! Para ler as resenhas do primeiro e segundo volumes clique aqui.

Nossos heróis estão chamando cada vez mais atenção do exército inimigo, e depois do final ultra explosivo do livro anterior, até mesmo os outros países começam a perceber a fama dos jovens que acompanhamos.

Ellie está confusa em relação aos seus sentimentos e todos começam a sentir o peso de tantas batalhas, lutas e mortes. Desesperados por alguma ação, eles se laçam em um plano mais arriscado do que tudo que poderiam sonhar, mas pode ser que, desta vez, não tenham tanta sorte assim.

Este livro foi um dos meus favoritos por diversos motivos, e a maioria deles não posso contar para não dar spoiler sem querer. Mas, como sempre, minhas impressões sobre o livro foram as mais positivas.

É encantador e viciante acompanhar as aventuras destes adolescentes em busca de sobrevivência e vingança. Seu país foi tomado e está sendo colonizado por um povo inimigo. E no meio de tanta guerra e ação, o autor encontra tempo para levantar inúmeras questões políticas e críticas sociais. A reflexão sobre o modo como vivemos e lidamos com o próximo é uma das coisas que mais gosto, mesmo que esteja subliminar durante toda a obra.

Se você gosta de ação, pode ler sem problemas, se gosta de romances complicados vai adorar, se gosta de suspense e uma dose de drama, este livro é indicado para você, e se espera tudo isso junto em um livro, não perca tempo e corra para a livraria mais próxima!!!

A série Amanhã me conquistou desde o primeiro livro, e mesmo faltando quatro livros para que eu termine, sinto saudades dos personagens e fico divagando sobre os rumos que o autor vai dar para cada um dos sobreviventes.

Concluindo, os livros de John Mardsen são totalmente recomendados por mim, a narrativa é ágil e empolgante, as edições são belíssimas e a história, fantástica!

Avaliação (de 1 a 5):

Previous Older Entries