Volta ao Mundo em Sete Dias #26

Olá people! Como estão?

Nossa, que semana agitada essa, eu hein!!! Tenho muitas novidades sobre o blog para contar pra vocês.

A primeira novidade, vocês já devem estar percebendo ao olhar para o post! É que eu resolvi começar a gravar a minha caixa de correio em vídeo 🙂 Então, de agora em diante, tudo que eu recebi e o que li durante a semana será mostrado neste vídeo e postado aqui, na coluna Volta ao Mundo! Espero que vocês gostem!!!

A segunda novidade vem acompanhada de grandes mudanças. Como vocês sabem, o blog está crescendo e nada me dá mais prazer do que isso. Essa semana, inclusive, vocês já puderam ver a minha felicidade ao receber um recado da Diana Peterfreund na minha resenha de Tap & Gown (surtei geral)!!

Com este crescimento, e levando em consideração as limitações e avanços do WordPress (plataforma em que o blog está hospedado), optei por comprar um domínio próprio para a hospedagem do Mundo da Leitura. Isso vai trazer algumas mudanças básicas na estrutura do blog. Provavelmente semana que vem seja mudado o endereço (é um processo demorado, visto que tenho de migrar todos os posts e comentários) e junto com essa mudança o layout do blog também terá que ser mudado (o tema que eu tenho do WordPress free não pode ser usado em domínio próprio, infelizmente).

Não sei ainda como vai ficar, até porque o tema que vier será provisório. Eu já negociei a compra de uma template que com certeza irá deixar o blog maravilindo e a minha cara *-* mal posso esperar! Essa mudança para o layout definitivo ainda vai demorar mais uns dois meses para ocorrer, portanto, aguardem! Só para vocês terem uma dica, olhem que coisa mais fofa o blog da designer que irá montar o layout novo do blog!!! Tive um treco quando vi o Fluffy pela primeira vez, porque ele é basicamente o meu sonho de consumo em termos de blog *-* Enfim, espero que eu consiga fazer do Mundo da Leitura um cantinho tão lindo assim como esse 🙂

Queria avisar que dia 28/01, no próximo sábado, vai ter evento de Silêncio, promovido pela Intrínseca, em várias capitais, inclusive Porto Alegre. Quem quiser conferi as datas e horários das outras cidades, eu deixo aqui também:

Porto Alegre: 28 de janeiro, às 16h, na Livraria Cultura – Bourbon Shopping Country

 Brasília: 28 de janeiro, às 16h, na Livraria Cultura – Casapark Shopping Center
Fortaleza: 28 de janeiro, às 16h, na Livraria Cultura – Shopping Varanda Mall
Rio de Janeiro: 28 de janeiro, às 15h, na Livraria Cultura – Shopping Fashion Mall
Belo Horizonte: 28 de janeiro, às 14h, na Leitura Megastore BH Shopping

E agora, com vocês, o meu primeiro vídeo \ô/

Livros recebidos:

  • A Dieta das Chocólatras – Carole Matthews
  • Príncipe Sombrio – Christine Feehan
  • Ele diz sim, ela diz não – Jeff Kahn e Annabelle Gurwitch
  • Silêncio – Becca Fizpatrick

Livros lidos na semana:

  • Como (quase) namorei Robert Pattinson – Carol Sabar
  • Estrela da Noite – Alyson Noël
  • Infinito – Alyson Noël
  • A Dieta das Chocólatras – Carole Matthews
  • Runaway – Meg Cabot
  • Silêncio – Becca Fizpatrick (siiim, consegui ler ô/)

Outros:

  • Minha agenda de 2012 \ô/

Resultado da promoção A princesa à Espera

Bom dia pessoal! Hoje é dia de revelar o ganhador da promoção do exemplar de um dos livros da coleção O Diário da Princesa da diva Meg Cabot.

Gostaria de agradecer a participação de todos e o apoio do Sebo Livronauta, que é o patrocinador deste sorteio e também quem enviará o prêmio ao vencedor.

Sem mais delongas, vamos ao resultado. Lembrando que este é um sorteio realizado pelo random.org.

E a sortuda foi:

Parabéns Juliana Pires!!!

Enviei um e-mail para você, e aguardo seus dados no prazo de 48 horas. Casa não responda neste período, será realizado um novo sorteio. Relembrando que o envio será por conta do Livronauta.com.br

E um último recadinho: Participem da promoção de Qual Seu Número? que eu e a Novo Conceito estamos sorteando. Vale até o dia 02/12!

Promoção A Princesa a Espera – Meg Cabot

Olá queridos leitores! Hoje trago para vocês mais uma promoção aqui no blog! Essa promoção tem o apoio do site Livronauta, um portal de sebos que tem parceria com o blog. Para vocês entenderem, o Sebo Livronauta tem diversos sebos cadastrados em todo o país e o usuário pode comprar os títulos disponíveis através da internet. Achei uma ferramenta super interessante e também descobri novos sebos inclusive aqui na minha cidade, coisa que nem sabia que existia!!!

Mas chaga de papo e vamos ao que interessa, a promoção. Em parceria com o Livronauta o Mundo da Leitura vai te dar um exemplar de A Princesa a Espera de Meg Cabot, que é o quarto volume da série O Diário da Princesa! Eu amo essa série e já divulguei anteriormente todo meu amor por ela, então vale super à pena.

Para participar basta seguir algumas regrinhas simples:

REGRAS:

– Ter um endereço de entrega no Brasil

– Seguir o @Livronauta no Twitter

– Seguir o @MundoLeitura no Twitter

– Preencher corretamente o formulário.

Se você quer ter mais chances de ganhar, fique atento aos pontos extras:

PONTOS EXTRAS:

– Curtir a fanpage do Livronauta no Facebook + 1 número

– Divulgar a seguinte frase no Twitter:

O @mundoleitura e o @livronauta estão sorteando A Princesa a Espera, de Meg Cabot, participe você também http://migre.me/5ZEAr” + 1 número

Atenção: só vale um tweet por dia, cuidado com o spam!

– Divulgar a seguinte frase no Skoob, Facebook, seu blog ou outra rede social:

O blog Mundo da Leitura e o Sebo Livronauta te darão A Princesa a Espera, da autora Meg Cabot, participe da promoção http://migre.me/5ZEAr” + 1 número

– Deixar um comentário neste post ou no post sobre a série + 1 número

– Assinar as postagens do blog (no menu na lateral do blog) + 1 número

Espero que vocês tenham gostado da promo e participem. A promoção vale até o dia 19/11 às 11:59hs e o resultado sai no dia 20/11. O ganhador terá 48 horas para entrar em contato enviando seus dados e caso isso não ocorra será feito um novo sorteio. O envio ficará por conta do Livronauta, assim que o ganhador me enviar seus dados.

Série O Diário da Princesa – Meg Cabot

Oi gente! Hoje venho para falar sobre mais uma série de uma das autoras de YA mais queridas da atualidade, Meg Cabot. Eu bebo seus livros e me vicio cada vez mais em sua narrativa leve e divertida, sempre com temas que nos fazem delirar e personagens masculinos de babar!!! Já resenhei dela aqui no blog a série A rainha da Fofoca, Insaciável, Pode Beijar a Noiva e Liberte meu Coração, que foi escrito pela princesa da Genovia Mia Thermopolis, protagonista dos livros sobre os quais hoje vou falar.

Esta série é muito especial para mim, pois a acompanhei durante minha adolescência, passando por todos os períodos que Mia passou junto com ela. Por isso conseguia entender e me identificar com os sentimentos e aflições da personagem. O desenrolar de toda a trama pode parecer superficial para muita gente, mas eu discordo.

Mia é uma adolescente comum que nos mostra seu amadurecimento ao longo dos anos tendo de lidar com a condição de princesa. Isso não é nada fácil e por isso o final foi tão maravilhoso. Quando ela finalmente compreende que pode ser e fazer o que quiser, que os amigos e família que a apoiavam antes de ser princesa sempre estarão dispostos a ajudá-la. Mas que no caminho ela pode encontrar pessoas que podem se aproveitar de sua fama tanto quanto pode arrumar novos amigos tão bons quanto os antigos!

Já tinha falado um pouco sobre o último volume da série no post sobre Os Livros da Minha Vida, porque a O Diário da Princesa realmente me marcou demais.

Vale a pena ler e conferir as aventuras de Mia ao longo dos dez volumes imperdíveis da série e dos livros meio lançados separadamente pela autora. E para ajudar vocês a conhecerem a saga da Princesa o Mundo da Leitura irá sortear um dos volumes desta série aqui no blog. Fiquem de olho nas postagens desta semana porque a qualquer momento eu lanço a promoção!

Avaliação (de 1 a 5):

Meg Cabot – Liberte meu Coração

Uau! Tudo que posso dizer depois de ler este livro é “uau”!!! Não tenho dúvidas de que este foi um dos melhores, senão o melhor, livro de Meg Cabot que eu já li. E isso não é pouca coisa, porque já li, segundo o Skoob, 48 livros desta autora.

E Liberte Meu Coração se diferencia de todos eles por ser o primeiro romance histórico assinado com o nome de Meg Cabot. Quer dizer, assinado como Mia Thermopolis com a ajuda de Meg Cabot. Para quem já leu Princesa para sempre, vai lembrar de alguns trechos deste livro que foram acoplados ao último volume da minha amada série O Diário da Princesa.

Esta obra é magnífica, muito linda e super bem escrita, como sempre. A história é de Finnula Crais, uma jovem que se destaca das demais no ano de 1291 por usar calças de couro, caçar com arco e flecha e não se importar nem um pouquinho com o matrimônio. Ela tem cinco irmãs e um irmão, Robert, e juntos eles compõem uma família louca e feliz!

Finnula é a mais nova das seis irmãs, seguida por Mellana. Mel é uma garota querida, mas muito superficial, e que saber dobrar direitinho Finn para que faça suas vontades. Mel engravidou de um trovador e agora está em uma difícil situação. Isso porque ela gastou todo o seu dote e não pode casar sem o dinheiro. Para conseguir o casamento tão desejado, ela manipula Finnula até que a irmã aceite sequestrar um homem e pedir resgate em troca. Parece uma idéia louca, mas no enredo, muitas mulheres faziam isso para conseguir dinheiro quando precisavam.

Só que ao invés de sequestrar um cavaleiro qualquer, Finn acaba pegando acidentalmente Hugo Fitzstephen, o conde que é dono das terras onde mora toda a família e amigos da garota, além dela própria, que é sua vassala. Ele esteve na Guerra Santa durante 10 anos e agora estava voltando para assumir o controle das terras que por herança eram suas. Mas o que ele não esperava era encontrar uma sequestradora tão bela e desejável, que fez com que ele a seguisse como um cordeirinho pronto para o abate.

O livro é muito engraçado, divertido, romântico e com algumas cenas hots divinas. Nem preciso dizer que AMEI né?! Esta é uma leitura obrigatória para todos os estilos, gostos, gêneros, idades, religiões e etc.

Não sei nem como descrever todas as emoções que senti enquanto lia, mas posso garantir que você não irá se arrepender de ler essa obra recheada de amor, paixão, homens lindos, mulheres corajosas e destemidas, intrigas, traições e tudo que há de bom (momento Power Puff Girls)!

Avaliação (de 1 a 5):

Patricia Cabot – Pode Beijar a Noiva

Pode beijar a noiva é o quarto romance escrito por Patricia Cabot que eu tenho o prazer de ler. Assim como “A rosa do inverno”, “Portrait of my heart” e “Aprendendo a seduzir”, este delicioso romance histórico me cativou logo nas primeiras páginas. Para quem não sabe, Meg Cabot, antes de se dedicar à literatura young adult (ou jovem adulta) e infanto-juvenil, escreveu muitos romances históricos com uma característica marcante: muitas cenas quentes! Por este motivo, ela lançou estes seus primeiros livros sob um pseudônimo: Patricia Cabot. Depois que sua carreira deslanchou, ela parou de utilizar este pseudônimo (criou outros para outros tipos de narrativa) e utiliza mais seguidamente o seu próprio nome.

As minhas impressões do livro foram ótimas. Apesar de todo o clichê que envolve a maioria dos romances históricos, que mulher não gosta de ler sobre a mocinha indefesa que tem seu amor correspondido por um nobre cavalheiro muito rico? Bem, eu assumo que amo ler obras que envolvem este tema.

E não foi diferente com a história de Emma Van Court. Ela é uma órfã que foi criada pelos tios. Mas não se enganem, isso não quer dizer que ela viveu na pobreza. Muito pelo contrário, a família Van Court é muito tradicional e tem em seu círculo de amizades a família Denham. Por isto, desde cedo Emma conviveu com James e Stuart, dois primos que não poderiam ser mais diferentes. James é um lorde, e como tal, possui muitos bens, mas não tem altas pretensões quanto a dividi-los com os mais necessitados. Não que ele não faça isso a pedido de Emma. Acontece que ela sempre foi apaixonada por Stuart, que tem um desejo ardente em servir a Deus e aos pobres, mas não tem condições financeiras para fazer isso como lorde Denham. Por isso, cabe a ela solicitar a James sempre que possível, doações para as mais diversas obras de caridade, tudo para ficar bem aos olhos de Stuart (e também porque ela deseja mesmo fazer a coisa certa e melhorar o mundo).

E depois da juventude assim se passar, a menina virou moça e conquistou o coração do jovem Stuart. Eles decidem se casar, mas temem uma reação exagerada e negativa por parte da família dela, que quer um casamento rico e nobre para a sobrinha. Mas Emma acredita que pode conseguir a aprovação de todos com a ajuda de lorde Denham. Só que ela se engana ao pensar que ele aceitaria tão fácil a sua mudança para um lugar distante da Escócia, casada com um homem que não tem condições de lhe sustentar. Por isso, ela acaba fugindo com Stuart e se casando mesmo assim: indo parar em uma ilha remota em outro país, ajudando os necessitados e sendo esposa de um cura.

Só que depois de um ano tudo mudou na vida dela. Emma é uma jovem viúva sem condições, que mora em uma cabana e leciona em uma pequena escola para se sustentar. Stuart morreu durante uma epidemia de tifo e a deixou sozinha, longe de casa. Depois de seis meses da morte é que ela consegue mandar notícias para a família dele (a ilha estava em quarentena por causa da doença) e lorde Denham parte para lá em busca do corpo de seu primo para um enterro decente em Londres. Ele não esperava encontrar a viúva naquele lugar (imaginava que ela teria voltado a morar com os tios em Londres), mas para ele foi uma grata surpresa.

Os dois são como cão e gato logo após o reencontro, mas aos poucos Emma vai descobrindo que ser uma viúva pode não fazê-la tão feliz quanto ter um homem que a ame acima de tudo finalmente. O livro tem cenas muito engraçadas e um acordo de herança muito original. Aos poucos vamos conhecendo os personagens e entendendo suas motivações. Para alguns, este pode ser um livro do tipo “mais do mesmo”, mas para os apaixonados por romances históricos, eu com certeza indico a leitura.

A capa é linda e a edição ficou muito boa, e o melhor, tudo isso por um preço acessível! Parabéns à Editora Planeta, que sempre lança ótimos livros pelo selo Essência!!! Só não darei a nota máxima porque acredito que o livro deveria ter umas 100 páginas a mais para explicar e definir melhor todos os acontecimentos. Senti falta de algumas coisas durante a trama e considero este o mais “fraquinho” dos quatro livros que já li. Mesmo assim, recomendado.

Avaliação (de 1 a 5):

Meg Cabot – Insaciável

Este livro foi, para mim, uma surpresa e de certo modo, uma decepção. Meg Cabot, todo mundo sabe, é possivelmente a maior diva da literatura young adult da atualidade. Porém, senti que ela errou na mão ao escrever este livro. Talvez para as pessoas que estão cansadas de tantas visões diferentes de histórias de vampiro, não acharão nada de estranho em Insaciável. Eu, por outro lado, não pude deixar de sentir, principalmente no início da obra, que lia uma paródia de histórias de vampiros. A sensação que tinha a todo momento era de que a autora criticava duramente as obras onde o vampiro é bonzinho, quer transformar a mocinha em vampira e morder seu pescoço. É claro que cada um tem a sua opinião, mas eu considero que, se vampiros são seres mitológicos, cada um pode usá-los e descrevê-los do jeito que bem entender.

Quando eu soube que Meg escreveria sobre vampiros já fiquei cabreira. Isso porque ela já se aventurou muito pelo mundo do sobrenatural mas nunca por esta área específica. Isso me parecia uma obra de marketing pelo fato de o tema estar mais em voga do que nunca. Mas na realidade ela escreveu um livro para quem já está de saco cheio de vampiros e das estórias onde eles brilham, são aceitos facilmente e não aterrorizam as pessoas. A crítica dirigida à Crepúsculo foi clara. Isso não me agradou, primeiro porque eu amo a saga Twilight e segundo porque o trabalho de cada autor deve ser respeitado. A façanha de Meyer em propagar a leitura de forma somente antes vista em Harry Potter foi notável. Quem tem um Skoob deve perceber que Harry Potter e a Pedra Filosofal seguido de Crepúsculo, são os dois livros mais lidos pelos usuários. Mas enfim, vou falar mais sobre Crepúsculo no post sobre o Guia Oficial Ilustrado, em breve. Apesar de todas estas considerações, eu confesso que gostei do livro e da história, mesmo ela sendo extremamente satírica, no meu ver.

Meena Harper é uma mulher madura, com um emprego que adora e que possui um dom nada agradável. Ela pode ver a morte das pessoas apenas ao vê-las. Isso, como vocês podem imaginar, se torna um grande problema ao longo da vida dela. Meena conseguiu salvar algumas vidas, mas outras tantas foram perdidas e ela sempre se culpa por isso. O seu emprego é como escritora de diálogos para a novela Insaciável, que está no ar há quase 30 anos. Ela sempre foi fã do programa, mas após perder uma promoção para a colega Shoshana, que não faz nada no trabalho e de descobrir que os produtores irão colocar vampiros na novela por seu apelo comercial, ela não esta muito feliz nesta área de sua vida. Ela não aguenta mais ouvir falar em vampiros e não entende como as pessoas podem amar  estes seres nojentos e desagradáveis. E, acreditem, ela reforça isso muitas e muitas vezes ao longo dos parágrafos (o que dá o tom sarcástico e de sátira ao livro).

E é nessa fase da vida que ela conhece o príncipe Lucien Antonesco, que parece ser uma resposta a todas as suas preces. Ele é cavalheiro, gentil e, o mais importante, ela não consegue prever a sua morte. Ela sabe que Lucien está só de passagem por Nova York (ele mora na Romênia), mas isso não a impede de seguir seus impulsos e se apaixonar por ele. O que ela não sabe é que não pode prever a morte dele porque ele já está morto. Lucien é um vampiro, mais do que isso, é o príncipe das trevas, o líder de sua raça. E ele está na cidade para conter uma onda de crimes que vem ameaçando expor os vampiros para o mundo. Nesse ínterim, ele está sendo caçado por Alaric Wulf, membro da Guarda Paladina, uma divisão do Vaticano responsável por manter o mundo longe dos demônios.

E assim se desenrola uma trama muito bem construída (como não poderia deixar de ser, em vista de quem a escreveu), que está mais para um chick-lit do que para um sobrenatural. Os personagens masculinos, como sempre, são de tirar o fôlego e fazer qualquer uma se interessar. Meena também não deixou a desejar no papel de protagonista forte e decidida. Depois de descobrir o que Lucien realmente é, não quer mais nada dele além de distância. Assim, Meg deixa clara a sua opinião sobre romances entre vampiros e humanos. O final, apesar de não ter sido surpreendente, foi bem narrado e explicou muito bem todos os fatos. O livro é o primeiro de uma série (para variar) e o segundo volume, Overbite, foi lançado este mês nos EUA e eu espero que não demore muito para chegar por aqui. Deixo a capa para vocês conferirem.

Quanto à avaliação, fiquei em dúvida na hora de dar uma nota para esta obra. Oscilei entre 3 e 4, mas me decidi por 4 estrelas, pela alta qualidade na narrativa da autora, que me prendeu durante toda a obra. Além do fato de que não dá para julgar o livro apenas por não gostar da forma como ela tratou o tema vampiros (o que fez com que o livro perdesse uma estrela para mim).

Avaliação (de 1 a 5):

Previous Older Entries