Sara Shepard – Perversas

Quinto livro da série Pretty Little Liars, Perversas abre uma “nova temporada” na trama. Após descobrirmos quem era o misterioso(a) –A e o assassino de Ali, podemos pensar que tudo está bem na pacata Rosenwood. Mas é claro que Sara Shepard não deixou por menos e provou que pode sim continuar a história no mesmo nível das anteriores: Maldosas, Impecáveis, Perfeitas e Inacreditáveis.

Aria, Spencer, Hanna e Emily estão, aos poucos, retomando suas vidas, tentando fazer delas o melhor possível. E esta é uma tarefa um tanto complicada, visto que –A deixou-as com sérios problemas.

Depois de muito tempo mentindo sobre o Orquídea Dourada, Spencer resolve se entregar e contar que roubou o trabalho acadêmico da irmã. Já Aria parece que finalmente encontrou um cara que pode fazê-la esquecer Ezra, mas antes que tenha qualquer chance, ele começa a sair com sua mãe!!!

Hanna tem que dividir sua casa com o pai, a futura madrasta e a filha dela, tarefa que promete ser nem um pouco agradável. E mesmo com este problema, ela ainda não superou a morte de sua melhor amiga.

Já Emily está no mesmo dilema de sempre: sua sexualidade. Depois de finalmente ser aceita como homossexual por sua família e comunidade em geral, ela agora se sente atraída por um garoto! É muito drama para a pobre Emily, que ainda luta para superar a morte de Ali!!!

Morte essa que, por sinal, está longe de ser esclarecida! Com muito mistério e suspense, Shepard nos faz delirar e devorar cada página a procura de respostas. A chegada de um novo(a) –A aumenta ainda mais o clima tenso e sombrio que se instala na trama.

Vocês já sabem, depois de todas as minhas resenhas anteriores, o quanto eu AMO essa série! Portanto dá pra entender meu desespero por Destruidoras, que é o lançamento deste mês da Rocco Jovens Leitores.

Sinceramente, acho que essa é a única série desta editora que está valendo a pena comprar… Isso porque os volumes estão sendo lançados rápidos ao contrário de todas as outras séries que a Rocco publica e com um preço não exorbitante, que é marca registrada da editora! Se não fossem pelos ótimos títulos publicados, juro que boicotaria eles!!! Mas não adianta, não consigo me controlar. Não quando Jogos Vorazes, Outlander, A Descoberta das Bruxas, Belezas Perigosas, Anita Blake e tantas outras das minhas séries favoritas são publicadas por eles.

Enfim, não adianta ficar chorando as pitangas aqui, até porque eu falo, falo, mas continuo comprando os livros deles. Portanto, se tem uma série young adult sem nenhuma veia sobrenatural que eu recomendo e assino em baixo, essa é Pretty Little Liars!

Avaliação (de 1 a 5):

Anúncios

Sara Shepard – Maldosas

Tinha este livro há um tempão em minha estante e nunca criava coragem de pegá-lo por medo de me decepcionar com a história. Havia lido diversas resenhas positivas sobre ele, mas ainda assim fiquei com o pé atrás. E como a produção literária só aumenta, sempre tinha alguma obra que passava na frente dele. Mas, depois de olhar longamente para ele lá da minha cama, fiquei tentada a começar a leitura. E logo nas primeiras páginas fui fisagada!!!

A história é realmente excelente. Cinco meninas unidas por segredos, mentiras e traições. Alison, Spencer, Emily, Aria e Hanna são a elite do colégio elitista em que estudam. Mas o sétimo ano é marcado por um terrível acidente. Alison desaparece, e com ela os segredos escabrosos de todas as outras.

Três anos depois, tudo mudou para as quatro restantes. Elas seguiram caminhos separados após ficarem sem a líder do grupinho, quem as mantinha unidas. Hanna, a gordinha da turma, virou a magérrima e mais popular garota da escola. Aria passou um longo período na Islândia, e amadureceu muito por lá. As outras duas contiaram com suas vidas, mas sempre pensando em Ali e no que teria acontecido com ela.

Mas agora, sem mais nem menos, todas começam a receber misteriosas mensagens de alguém que parece saber tudo o que somente Alison sabia e muito mais. O remetente assina apenas como “A”. Cada uma tem problemas graves em suas vidas aparentemente perfeitas e ao longo da trama vamos descobrindo mais sobre elas. E sempre pontuando tudo isso está o mistério de quem é A. As mensagens falam sobre coisas que ninguém presenciou e cada vez que alguma delas recebia uma eu ficava mais chocada e mais curiosa.

Outros mistérios também cercam a trama, como a “Coisa com Jenna”, o que houve com Ali ne tantos outros. Meu medo de ler o livro era achar a trama muito fútil, mas passei longe disso. Os dramas vividos pelas protagonistas são muito sérios e preocupantes. Várias vezes tive vontade de pegá-las no colo e dizer que tudo ficaria bem. A indiferença ou cobrança dos pais está muito presente, assim como disturbios alimentares, problemas com drogas e bebidas, homossexualismo e muitos outros.

Poderia ficar horas escrevendo sobre motivos que temos para ler este livro, mas posso resumir tudo numa coisa só aprendemos muito com esta história. Acima de meninas ricas e mimadas, entendemos como vários jovens são levados a atos de extrema loucura quando falta uma base familiar sólida.

O livro é o primeiro de uma série chamada Pretty Little Liars, que já possui mais três volumes lançados aqui no Brasil: Impecáveis, Perfeitas e Inacreditáveis pelos quais estou mais que anciosa!!!

Avaliação (de 1 a 5):

Anna Godbersen – Luxo

Este é um livro que já começa luxuoso pela capa, que é lindíssima! Amei esta obra, que tem um “quê” de Gossip Girl, só que no fim do século XIX. A menina da capa está usando um vestido fabuloso e passei o livro inteiro imaginando as personagens vestidas daquele modo.

Luxo, de Anna Godbersen, traz a história da alta sociedade nova yorkina na virada do século. Moças com muitos adornos, chapéus e carruagens. Cavalheiros distintos posando de fraque. E no meio deste cenário, as mais tradicionais famílias se envolvem em mentiras, traições e trapaças.

Penelope Hayes vem de uma família não tradicional, são considerados novos ricos e ostentam opulentamente tudo o que possuem em seu modo de vestir e de viver. Ela está em um relacionamento secreto com Henry Schoonmaker, famoso garanhão da cidade, e tem esperança de que ele logo peça sua mão.

Elizabeth Holland vem de uma família bem mais tradicional e é a melhor amiga de Penelope. Porém a tradição nada significa se sua família não tem posses nem dinheiro, e é este o caso dos Holland. Depois da morte do pai, que deixou enormes dívidas, eles não mais se recuperaram, embora continuem mantendo a pose e a pompa que a sociedade requer. Para a Sra. Holland a única solução é que sua filha faça um bom casamento. E isso significa casar-se com Henry Schoonmaker. O pai de Henry quer concorrer às eleições e não quer nem saber em casamento de seu filho com Penelope Hayes (que não vem de um berço nobre). Mas Elizabeth é uma ótima opção, pois é bem mais recatada, e seu sobrenome é forte nas altas rodas.

No fundo Henry não está nem ai para nada, não quer se casar com ninguém, só deseja beber e dormir com muitas mulheres. Mas tudo muda quando ele conhece Diana Holland, a irmã de Elizabeth. Eles tem uma forte química, e são impelidos um ao outro. Elizabeth também não quer nem saber de casamento, mas isso porque seu amado é Will Keller, e este amor é impossível.

Sendo assim o quadro é: Penelope gosta de Henry, que ama Diana, mas vai se casar com Elizabeth que ama Will, que é desejado por Lina, a empregada dos Holland. E agora, o que fazer? O livro começa com a nota de funeral de Elizabeth e a partir daí vamos conhecendo a história de todos, nos encantando com a beleza da época ao mesmo tempo em que nos chocamos com as coisas que eram ditas ou feitas por debaixo dos panos.

Este livro é realmente ótimo. Parece confuso e fútil, mas não é. Mostra que o amor surge em qualquer idade, em qualquer tempo, e não pode ser contido simplesmente por convenções sociais. Amei a leitura e já embarquei no segundo livro da série.

Tenho de parabenizar a Editora Rocco pelo excelente trabalho na tradução e edição do livro. Ficou perfeita. A cada capítulo existe uma nota de jornal ou de alguma publicação fictícia da época que é uma prévia do que virá no decorrer da trama, o que foi uma jogada genial da autora. As letras usadas nos cabeçalhos são lindas e a diagramação também ficou muito boa. Leiam e se deslumbrem!

Avaliação (de1 a5):

Suzanne Collins – Em Chamas

Em Chamas, segundo volume de Jogos Vorazes, tinha a difícil missão de igualar o grande feito de seu antecessor. Afinal, o primeiro livro foi um fenômeno extraordinário, uma obra escrita com maestria e perfeição. Chocante, angustiante e, ainda assim, emocionante! Foi um dos melhores livros que já li com toda certeza, e olha que eu já li muito nestes meus 18 aninhos de vida (se quiser saber mais sobre Jogos Vorazes, visite o post Os livros da minha vida).

Suzanne Collins tinha um enorme peso nas costas ao escrever Em Chamas, a responsabilidade de dar aos fãs alucinados pela história de Katniss (entre eles esta que vos fala) algo a altura daquele glorioso início.

Para vocês que não estão entendendo do que eu estou falando, dêem uma olhada nas resenhas do Skoob e vejam a unanimidade de elogios que a obra recebe.

Mas, o que vocês devem estar querendo mesmo saber é se Suzanne conseguiu repetir este grande feito ou não. Vou contar: esta mulher é um fenômeno. Ameeeeeeeeeei Em Chamas e, assim como em Jogos Vorazes, não consegui desgrudar das páginas do livro.

Katniss é, juntamente com Rose Hathaway de Vampire Academy, a minha personagem favorita de Young Adults. Sua força e sensibilidade, sua dificuldade em aceitar relacionamentos e sua abnegação e aceitação a tornam real e cativante. Fico maravilhada com a perfeição que a autora teve ao construir esta personagem. Talvez o fato que mais me agrade nela seja a sua imperfeição. Ela não é certinha. E é justamente isso que a torna tão especial!

A garota conseguiu ganhar os Jogos e ainda salvar outro participante (Peeta) o que é inédito na história de Panem. Mas isto irritou profundamente a Capital. Agora o presidente Snow fará de tudo para conter a rebelião que ela pode ter começado sem querer.

Agora vou confessar, Gale roubou a cena totalmente neste livro. Pela primeira vez há um triângulo amoroso em que eu não tenho um favorito. Tanto Peeta quanto Gale roubaram meu coração. Não dá para criticar nenhum deles. Mas este é o menor dos problemas de Katniss, porque depois de passado certo tempo de sua volta para casa ela entende que seu futuro jamais será o mesmo e que a Capital não deixa barato. E a vingança pode ser pior do que a morte de todos que ela ama, ela pode significar voltar à arena e aos Jogos novamente…

Este livro, caros leitores, é imperdível, extasiante e chocante. Não só pela dura crítica social claramente estabelecida, mas pela quantidade de sentimentos que faz aflorar no leitor. Indico, recomendo e assino em baixo! 😉

Avaliação (de 1 a 5):

Livros desejados #2

Estou trazendo novamente minha lista de futuras aquisições! Mal posso esperar para ter em mãos estes livros maravilhosos 😀 Se pudesse iria hoje mesmo comprar todos!

Li uma resenha apaixonada da Nanda do Viagem Literária sobre este livro e desde então só penso em lê-lo. O tema é óbvio pelo título e estou muito curiosa para ler um Young Adult Sobrenatural sobre as sereias!!! A trama toda parece ter muito suspense e ação, a protagonista já me encantou somente com as resenhas, imagina então quando eu ler! Sem falar que a capa é linda né, adorei! Parabéns à Editora Versus pela belíssima edição!

A viajante do tempo é outro livro que desejo depois de ler uma resenha no Viagem Literária e pelo que li sobre a série é FANTÁSTICA! Pena que é tão cara! Mas aproveitem pois no blog da Nanda está rolando uma promo com esta obra 😉 Depois de ler A mulher do viajante no tempo este tema é favorito para mim, e pelo que li sobre a série, esta obra é rica em história e romance, duas coisas que eu amo!

Liberte meu coração é um dos lançamentos da Galera Record mais esperados do ano. O livro é um romance histórico escrito por Mia Thermopolis, a protagonista da série O diário da princesa de Meg Cabot. Quem já leu o último volume da coleção, sabe que o romance de Finnula é demais! A capa recém foi divulgada, por isso acho que ainda demora um pouco para vê-lo nas bancas! Mas tenho certeza de que vale a pena a espera.

O sonho do súcubo é o terceiro volume da série que conta a estória de Georgina Kincaid! Eu sou muito fã desta coleção e também da autora Richelle Mead. O destino de Georgina é incerto e não me aguento mais de curiosidade para ler esta obra! Os personagens são muito divertidos e existe todo tipo de ser sobrenatural: demônios, anjos, duendes, ícubos e súcubos!

Firelight desponta com um enredo novo no mundo dos YA’s Sobrenaturais: os dragões. Assim como Sereia, estou louca para saber como a temática será abordada! Já li tanto criticas negativas quanto positivas e todas servem para aumentar a minha vontade de ler a obra. Também amei a capa, que foi mantida original (pelo visto as editoras se cansaram das reclamações e adotaram mais a política de manter as capas)…

Em chamas é o segundo volume de Jogos Vorazes e promete ser ainda melhor (se é que isto é possível) que o primeiro. Já encomendei o meu e conto os dias para sua chegada. Vai para o topo da minha lista de leituras. Esta série é OBRIGATÓRIA para todos hein 😉 Nada se compara a narrativa de Collins. Jogos vorazes é perfeito e me deixou afoita pela continuação. Aliás a Editora Rocco está de parabéns por não demorar quase dois anos para lançar o segundo volume!

Vidas Secretas está me conquistando pela capa maravilhosa e por ser mais um YA sobrenatural que virou febre nos EUA. Porém o mistério do livro é que tipo de ser sobrenatural está envolvido na trama, então não posso dizer sobre o que se trata. Só sei que estou muito curiosa!!!Li uma resenha muito legal sobre ele no Leitora Compulsiva, dêem uma olhadinha 😉

Soul Love eu vi no skoob da Nanda, na página de desejados e a capa me chamou atenção (também né, muito fofa)! Pesquisei mais e acabei descobrindo uma estória envolvente que não vejo a hora de devorar. Quando eu ler, conto para vocês o que achei 😉

Jéssica Verday – Sombras

Mais um YA Book sobrenatural dá as caras por aqui (tenho que confessar que sou mega fã do gênero!) e só posso dizer que ADOREI! Sombras nos traz a história de Abbey, uma adolescente comum que, depois o desaparecimento da melhor amiga entra em uma profunda depressão. Mas tudo muda quando ela, em uma de suas inúmeras visitas ao cemitério da cidade (ela e a amiga cultivavam este hábito no mínimo esdrúxulo) conhece o misterioso Caspian. E quando eu digo misterioso eu quero dizer misterioso MESMO. Impossível não se apaixonar pelos personagens. Abbey me conquistou com sua dedicação à confecção de perfumes e lealdade à memória da amiga. Ela é meio lenta para algumas coisas, mas a trama criada pela autora surpreendeu Abbey e eu no final do livro! Fiquei de queixo caído pois desconfiava de algumas coisas mas não esperava pelo que viria. Obviamente também se trata de uma série e espero que a Rocco não faça jus a sua fama de demorar nas continuações com esta série também. Não poderia deixar de elogiar a capa, que é simplesmente divina, uma das mais lindas que vi nos últimos tempos. E também quero ressaltar que a cidade do livro é a originária da Lenda do Cavaleiro sem Cabeça, coisa que a autora explorou muito e muito bem no livro. Creio que no próximo isso será ainda mais aprofundado pelos acontecimentos do final desta obra o que eu acho muito legal porque não sabia nada sobre essa lenda e fui aprendendo aos poucos com Sombras. Leiam e se surpreendam!

Avaliação (de 1 a 5):