Carole Matthews – A Dieta das Chocólatras

Este é o livro de Janeiro do Desafio Literário 2012, cujo tema era gastronomia. A Dieta das Chocólatras é a sequência de O Clube das Chocólatras, chick-lit que li no ano passado e AMEI!!!

O livro começa exatamente onde terminamos o outro, assim continuamos acompanhando a vidas dessas quatro mulheres unidas pelo amor ao chocolate. A narradora ainda é Lucy Kincaid, a mais divertida de todas as personagens!! Ela terminou o outro livro com um belo romance em mãos, mas nesta sequência acaba percebendo que a vida não é um mar de rosas.

Lucy é aquela típica personagem chicklitiana que me dá nos nervos diversas vezes. Mesmo sabendo que está fazendo a coisa errada, ela persiste na burrice, o que as vezes me fazia querer entrar no livro e chacoalhar a moça.

As outras integrantes do Clube também não fogem à regra. Autumn, apesar de ter resolvido a questão amorosa, agora enfrenta o drama de apresentar à família extremamente conservadora o seu namorado negro, pobre e que não joga golfe!!! E ainda temos a volta do irmão, dependente químico, Richard para assombrar ainda mais a vida da moça, prejudicando seu namoro.

Chantal, a maníaca por sexo, deseja profundamente restaurar seu casamento. Mas essa não é uma tarefa simples, afinal traição demora para cicatrizar… Ela e Ted tentam dar um rumo ao casamento, mas ele quer filhos e ela, não. Mas será que depois de tudo que aconteceu ela realmente não tem esse desejo? Isso é o que o leitor vai acompanhando e descobrindo aos poucos.

Já Nadia, para mim, foi quem teve um drama mais pesado. Seu marido era tão viciado em jogo que quase perdeu a casa, mas agora depois de uma separação ele parece estar mudado e ela decide dar uma chance ao casamento. Porém, como eu disse, nunca é tão fácil assim superar um vício…

Essas são as chocólatras, mulheres com muitos problemas e motivos para chorar, mas que encontram no Paraíso do Chocolate um motivo para voltar a sorrir. Unidas pelo amor à este doce único, elas se ajudam, prosperam e fazem votos de amizade eterna.

Como no livro anterior, somos colocadas por dentro de todos os tipos, marcas e sabores de chocolate possíveis. Alguns eu pude reconhecer, pois são internacionais, outros, só indo para os EUA para saborear!!!

Este livro, apesar de ter temas bastante pesados, é uma obra leve, descontraída e muito divertida. Você pode gargalhar horrores com os diálogos das personagens, com o casal gay que administra a chocolataria, e principalmente com Lucy, a mais desastrada e indecisa de todas.

Com certeza recomendo muito o livro, quem gostou de O Clube das Chocólatras ou de livros parecidos, com certeza irá amar!

Avaliação (de 1 a 5):

Anúncios

Desafio Literário 2012


Oi gente!

Desde que comecei o blog e vi muita gente falando do DL fiquei com vontade de participar 🙂

Porém, como sou uma pessoa organizada e metódica, não queria me meter no meio do desafio, por isso esperei pacientemente o final do ano e cá estou hoje para apresentar minha lista o/

Para quem não conhece ou não sabe ainda do que se trata, o Desafio Literário é uma gigantesca gincana, cujo objetivo é fazer com que os participante leiam, no mínimo, doze livros por ano. Para mim este é um número hiper baixo hehehe, considerando que leio mais que isso a cada mês! Porém, o mais interessante do DL é cumprir as leituras pela ordem de temas propostos. Isso mesmo, cada mês tem um tema que deve ser cumprido.

Para participar é super fácil. Basta se inscrever no blog oficial do Desafio e enviar, até o último dia útil de cada mês, a sua resenha da obra lida. Nos outros anos era exigida uma lista com, no mínimo, três obras para cada tema (para o caso de você não conseguir a primeira alternativa, ter outras opções). Neste ano isso não será obrigatório, mas mesmo assim resolvi divulgar a minha lista, até porque assim vocês podem acompanhar o meu progresso 😉

E vamos aos temas/meses:

Janeiro – Gastronomia

Mês dedicado ao sabor da leitura. Afinal, leitura sem gosto não tem a menor graça. Em razão disso, propomos um tema leve, divertido e saboroso; sejam em forma de crônicas, poesias, romances, diários, biografia, memórias e demais gêneros que versem sobre a temática da comida.  ATENÇÃO: Livros contendo apenas receitas não valem.

  1. A Dieta das Chocólatras – Carolle Matthews
  2. Como Água Para Chocolate – Laura Esquivel
  3. Julie & Julia – Julie Powell

Fevereiro – Nomes Próprios

Existem personagens cujo imenso carisma  ganha logo destaque na capa de um livro.  E a regra do mês é essa: só vale livros cujo título seja um nome próprio – e apenas ele -, exemplo: Quincas Borba, Benjamin, Emma. Vai ser divertido e muito fácil caçar títulos do tipo; seja na estante de casa, de uma livraria ou de uma biblioteca.  ATENÇÃO: apenas nome próprio de pessoas!

  1. Megan – Nora Roberts
  2. Jane Eyre – Charlotte Bronte
  3. Emma – Jane Austen

Março – Serial Killers

O tema é autoexplicativo, mas para não dar margem às dúvidas, vamos lá: Literatura policial em que há a combinação de (policiais/detetives), investigação e, claro, homicídios seriados.

  1. Dexter no Escuro – Jeff Lindsay
  2. Eu Sou Deus – Giorgio Faletti
  3. Obsessão – Tara Moss

Abril – Escritor (a) Oriental

Que tal explorar a terra do Sol nascente e demais países do Extremo Oriente e do sul da Ásia? Entram em cena os escritores chineses, japoneses, indianos, coreanos, etc…

  1. O Império do Sol – J. G. Ballard
  2. O Tigre Branco – Aravind Adiga

Maio – Fatos Históricos

Esse mês será destinado à leitura de romances cuja trama apresente acontecimentos que marcaram a história nacional ou mundial. Frisando, apenas romances. Não valem livros de História Geral, nem biografias.

  1. A Princesa Leal – Phillipa Gregory
  2. A Casa das Sete Mulheres – Leticia Wierzchowski

Junho – Viagem no Tempo

Romances que abordem a ida de viajantes do  tempo para o passado  ou futuro. Se eles voltam ou não, só a história dirá. Em tempo: Livros científicos ficam de fora.

  1. O Resgate no Mar Parte I – Diana Gabaldon
  2. O Resgate no Mar Parte II – Diana Gabaldon
  3. O Restaurante no Fim do Universo – Douglas Adams

Julho – Prêmio Jabuti

Esse é o prêmio mais importante do cenário literário brasileiro. E conta com 29 categorias, mas para fins do Desafio literário valem apenas as categorias  Livro do Ano  e  Romance, de qualquer uma das 53ª edições da referida premiação leitura.

  1. 1808 – Laurentino Gomes
  2. Rota 66 – Caco Barcellos
  3. O Grande Mentecapto – Fernando Sabino

Agosto – Terror

O tema impõe a regra: tem que ser história que mete medo.  Pode ser suspense psicológico ou sobrenatural, isto é, valem tanto as histórias com personagens sobrenaturais (vampiro, zumbi, bruxas, lobisomem…) como as narrativas com personagens humanos.

  1. Os Sete – André Vianco
  2. Louras Zumbis – Brian James
  3. Celular – Stephen King

Setembro – Mitologia Universal

Romances, poesias, contos que abordem mitos lendas de culturas distintas (brasileira, Greco-romana, céltica, indiana, mexicana, nórdica, etc…).  É um universo de opções!!! Mas até que Setembro chegue, há um bom tempo para a pesquisa e aquisição. É manda ver.

  1. A Batalha do Apocalipse – Eduardo Spohr
  2. As Brumas de Avalon – Marion Bradley Zimmer
  3. Trono de Fogo – Rick Riordan

Outubro – Graphic Novel

Vamos nos divertir mais! Para quem não sabe, Graphic Novel é um romance gráfico com enredos longos e complexos no formato de história em quadrinhos. ATENÇÃO: não valem gibis, aqueles de periodicidade mensal.

  1. Cowboys & Aliens – Scott Mitchell
  2. Crepúsculo: Graphic Novel – Stephenie Meyer

Novembro – Escritor Africano

Que tal ler um autor nascido na grande mãe África? Pegue o mapa e monte o seu roteiro literário pelo continente africano.

  1. Cotoco – John van de Ruit
  2. O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel – J. R. R. Tolkien

Dezembro – Poesia

A correria típica do mês pede descanso, especialmente, para a alma. Vamos de lavar a alma com poesia! De qualquer forma e jeito, valem Haicais, acrósticos, épicos,  cânticos, elegias…, em outras palavras, pesquise, pesquise, pesquise!)

  1. Eu e outras poesias – Augusto dos Anjos
  2. Da preguiça como método de trabalho – Mário Quintana
  3. Morte e vida severina – João Cabral de Melo Neto

O que acharam da minha listinha? Estou aceitando sugestões para as categorias em que ainda não tenho as três opções!!! Algumas categorias são mega difíceis de escolher e nos meses de Abril, Julho e Dezembro vou ter que me puxar, pois os estilos não tem quase nada a ver com meus gostos pessoais! Mas o desafio está aí para isso, estimular a leitura (releituras não valem) do novo e do diferente!

Quem ainda tiver dúvidas e quiser participar, acesse esta página 😉

E que 2012 venha com muitas leituras e diversão para todos nós!!!