Book Blogger Hop #10

Depois de algumas semanas em que não houveram postagens deste meme no Murphy’s Library, este domingo estamos de volta com o BBH. E a pergunta que não quer calar é:

Qual lançamento previsto para 2012 você mais deseja?

Nossa, são tantos que eu poderia passar o dia todo escrevendo aqui! Para abreviar, vou colocar os cinco que estou mais ansiosa para ler, ok 😉

  1. Fazendo Meu Filme 4 – Paula Pimenta
  2. Delirium – Lauren Oliver
  3. Forever – Maggie Stiefvater
  4. Succubus Revealed – Richelle Mead
  5. Silêncio – Becca Fitzpatrick
Em primeiríssimo lugar, a série mais especial de todas as brasileiras que já li: Fazendo meu filme terá seu desfecho com este quarto volume e mal posso esperar para saber o destino de Fani e Leo *-*

Delirium é o segundo romance de Lauren Oliver (autora que me conquistou com Antes que eu vá) e está em processo de publicação pela Intrínseca. A previsão é que seja lançado até o fim do primeiro semestre do ano que vem.

A Agir já divulgou que espera lançar, também no primeiro semestre de 2012, o último volume da série Os Lobos de Mercy Falls, Forever, o que eu realmente espero que aconteça, pois é uma das minhas série YA favoritas e é um pena não ser tão conhecida!

Succubus Revealed foi lançado em setembro deste ano nos EUA  e eu acredito que até o final do ano que vem chegue ao Brasil. A Planeta, que publica a Série Succubus por aqui, ainda precisa lançar Succubus Shadows, o quinto volume, antes que eu possa descobrir o final de uma das protagonistas mais maravilhosas de Richelle. Espero que agilizem o processo hein, estou na expectativa!

Silêncio está com lançamento marcado para 09/01, então minha espera não vai durar muito! Quero mais de Patch!!!

Agora é esperar para ver se serão cumpridos estes prazos, eu estou na torcida! E para vocês, qual o livro mais aguardado de 2012?

Volta ao Mundo em Sete Dias #16

Olá pessoal! No momento em que vocês estiverem lendo este post eu, provavelmente, estarei inacessível no meio do mato. É, pra quem não vai ter feriadão, como no meu caso, o jeito é partir pra casa dos parentes do interior, nem que seja somente no final de semana. Portanto, perdoem a falta de respostas nos comentários por estes dois dias!

Por causa da minha extrema burrice, deixei este post que estava pronto no trabalho, então tenham em mente que essa é a segunda vez que eu escrevo e que nunca fica tão boa quanto a primeira. Ainda mais quando já é meia-noite e você sabe que terá de acordar muito cedo no outro dia para pegar a estrada…

Sobre minhas leituras da semana, consegui finalmente pegar meu Amante Vingado, sétimo volume da série Irmandade da Adaga Negra. Amei conhecer melhor o Rehv e este foi um dos melhores livros de IAN para mim!!!

Seguindo na linha dos vampiros, li O Baile dos Deuses, segundo volume da Trilogia do Círculo, da diva Nora Roberts. Adorei A Cruz de Morrigan e este não deixou cair o nível da trama. Agora estou extremamente aflita por O Vale do Silêncio, preciso saber como termina a guerra entre os vampiros e o círculo e o romance de Moira e Cian é com certeza o mais aguardado, promete altas cenas maravilhosas!

Depois detes, para descontrair um pouco, li o último volume de Percy Jackson, O Último Olimpiano. Achei o final fantástico e muito bem escrito. A série entrou para minha lista de favoritas, e agora pretendo ler O Herói Perdido, afinal o tio Rick deixou um belo gancho para a próxima série.

Também li Assassin’s Creed, livro publicado pela Galera Record baseado no jogo de videogame mundialmente famoso. A trama é muito interessante e eu li super rápido, mesmo que a narrativa tenha deixado a desejar em certos aspectos.

Para finalizar, li A Paixão Mais Sombria, quinto volume da série Senhores do Mundo Subterrâneo que virou o meu favorito. O livro me surpreendeu muito, apesar de já ser fã da série!

Sobre minhas aquisições, esta semana chegou pelo correio Tequila Vermelha de uma troca no Skoob, além da coleção As Brumas de Avalon, que sempre foi super bem indicada por todos e agora vou ter a oportunidade de ler, As Crônicas de Nárnia, que dispensa apresentações e não sei como fiquei tanto tempo sem ler, Sonhos, primeiro livro da trilogia da esperança de Barbara Delinski e O Leitor, praticamente um clássico, que sempre tive vontade de ler.

Também recebi meu lindo e gigante 1001 livros para ler antes de morrer. Falando francamente, babei na edição da Sextante, o livro é imprescindível para colecionadores e amantes de livros!

E por fim, um livro muito lindo da Lua de Papel, que até fotografei em separado para mostrar a riqueza de detalhes na edição. Fiquei super feliz quando recebi A Promessa e quero ler logo, logo!

Por esta semana era isso, sei que estão faltando os costumeiros links no post mas não deu tempo de colocar agora, então fica para segunda-feira mesmo 😛

Beijos e bom feriadão a todos os sortudos que poderão curtí-lo!

Book Blogger Hop #9

 

Você prefere livros em primeira ou terceira pessoa?

Sinceramente, não sou do tipo que repara muito nisso. Se o livro é bom, acho que não importa em que pessoa esteja narrado, porque o autor vai saber conduzir da melhor forma. Mas geralmente prefiro as obras em terceira pessoa pela abrangência de cenários e perspectivas que podem ser abordadas. Exitem várias mocinhas de livros jovens-adultos atuais que são um porre. E se o livro está sendo narrado em primeira pessoa por esta mocinha, é meio lógico que o livro acabe sendo um porre também. Mas obviamente existem exceções, já li ótimos livro narrados desta forma. Como disse, tudo depende da qualidade da história e do talento de quem a está contando. E vocês, tem uma opinião formada sobre o assunto?

Book Blogger Hop #8

Qual sua opinião sobre clichês?

Eu não tenho nenhum grande preconceito contra clichês. Acho que nos dias de hoje é quase impossível criar uma história sem NENHUM elemento que já tenha sido explorado antes. Mas é dever do autor transformar a história dele na mais original e única possível, que ela tenha algo que a destaque das demais, mesmo que seja muito pouco. Por exemplo, eu amo finais felizes, onde o casal principal se casa e tudo fica bem (a la Nora Roberts), mas isso não quer dizer que cada livro não deva ser diferente, que me prenda sempre de um jeito ou de outro. O que importa não é bem o final (ou melhor, não importa que ele seja clichê) o que importa é se a história me fez querer continuar lendo-a, me prendeu e me satisfez. Ou seja, considero mais importante como chegamos ao final do que o final em si. E vocês, amam ou odeiam clichês?

Book Blogger Hop #7

Qual você acha que será a nova febre literária, depois de bruxos, lobisomens, vampiros, anjos e fadas?

Hmmm, pensa, pensa, pensa, não sei responder essa pergunta não. Acho que essas febres literárias ainda não passaram totalmente, porque vejo lançamentos ótimos a cada dia sobre os temas citados acima. Li um livro maravilhoso na última semana cujo tema sobrenatural nunca tinha ouvido falar, mas não posso dizer qual é senão estragaria toda a graça. Mas conto mais para vocês sobre ele na resenha de Minha Alma Para Levar. Meu namorado aqui acha que a nova febre literária serão histórias sobre índios HAHAHA, agora porque deste pensamento só Deus sabe! Só sei que dou um prêmio para ele se acertar =P

E vocês, tem algum palpite?

Book Blogger Hop #6

Olá pessoal! Hoje é dia de Book Blogger Hop, e a pergunta é:

Você considera o país de origem do livro na hora de comprá-lo?

Hmmm, não. Se for um livro nacional eu fico feliz em poder comprar, porque acho fundamental incentivar nossos autores. Agora, se tratando de literatura estrangeira, não reparo muito nisso. Já percebi que existem várias diferenças na literatura americana para as demais. Por exemplo a italiana, que tem um estilo muito característico de narrativa. A escrita espanhola também é diferente. Em geral acabo percebendo isso pela má tradução das editoras brasileiras. Mesmo assim, gosto muito de todos esses estilos, por isso não tenho nenhum preconceito contra algum país na hora de comprar um livro. Mas já reparei que os livros que vem de países cujo idioma principal é o inglês não apresentam tantas diferenças.

Book Blogger Hop #4

Olá pessoal! Mais um domingo com o Book Blogger Hop. Hoje eu estou respondendo cheia de hematomas e ultra cansada. Depois de jogar algumas partidas de paintball, definitivamente decidi que não é a minha praia e não pretendo repetir a experiência! Mas vamos à pergunta.

Você tem o costume de comprar livros de sebo ou livros usados no geral?

Sim, eu gosto muito de sebos. São lugares muito legais destinados a comercialização de livros usados a preços baixos. O único problema é que o único sebo que eu conheço aqui na minha cidade, vende os livros a preços não tão baixos assim. Os livros mais recentes e bem conservados quase todos são vendidos a R$ 24,90 que é mais caro do que se eu comprar numa promoção na internet. Por isso, eu só compro se for um livro bem caro na livraria ou algo mais raro. Deixo uma foto do meu “garimpo” até agora: livros que paguei baratinho e que queria muito!

Previous Older Entries