Richelle Mead – O Beijo das Sombras

Eu sou muito apaixonada por Vampire Academy e, por isso, demorei tanto para escrever as resenhas dos seis volumes que compõe a saga. Toda vez que sento na frente do computador e começo a escrever me faltam palavras para explicar o amor que tenho por estes livros da Tia Richelle! E parece tão difícil por no papel ou tela, no caso toda a complexa trama criada pela autora, que descreve minuciosamente uma sociedade nova e rica em detalhes sobre estes seres sobrenaturais fascinantes que são os vampiros.

Explicar VA seria mais ou menos com tentar explicar Harry Potter, um mundo totalmente novo e cheio de ação. Porém, esta série é muito mais adulta do que HP e, logicamente, não tão maravilhosa, fantástica e perfeita (por mais que eu adore de verdade VA, Harry Potter é sempre o amor maior no meu coração ).

Mas chega de divagação e vamos à história. No primeiro volume, o qual eu me recuso a chamar de O Beijo das Sombras pelo resto dessa resenha, somos apresentados à Academia de Vampiros St. Vladimir e ao universo dos Moroi, Strigoi e Dhampirs ou dampiros, na tradução.

Os Strigoi são vampiros mortos, sem alma e sem magia, que se alimentam de sangue humano matando suas presas. A alegria da “vida” deles é destruir os Moroi, portanto podemos concluir logo de cara que eles são os vilões da história. Os Moroi são o oposto dos Strigoi, são vampiros vivos, que tem uma alma e por isso podem fazer magia e se alimentam de sangue humano sem matar (usando, para este fim, os fornecedores: humanos que se oferecem para doar sangue, pois a mordida de um vampiro é viciante e causa muito prazer).

Por fim, os protagonistas da história, que inacreditavelmente não são vampiros: os dhampirs. Um dhampir é fruto do relacionamento de um Moroi com um humano. Podem ser descritos, literalmente, como meio-vampiros, sendo humanos, mas com força e habilidades fora do comum.

Há muitos anos é travada uma guerra entre Moroi e Strigoi, e com a matança da raça de vampiros mágicos os únicos que poderiam criar novos dhampirs surgiu a necessidade de uma aliança entre Moroi e meio-vampiros. Assim surgiram os Guardiões e a tradição de que todos os dhampirs seriam educados e treinados para proteger a raça Moroi.

E é neste contexto que eu abreviei ao máximo que conhecemos Rose Hathaway, uma dhampir, e Lissa Dragomir, uma princesa Moroi, que fugiram da Academia e foram se aventurar pelo mundo a fora. Durante dois anos elas conseguiram se esconder, mas o livro começa quando são capturadas por um Guardião dhampir lindo, sexy, charmoso, perigoso e tuuudo de bom chamado Dimitri e levadas de volta para St. Vladimir.

Rose foi treinada a vida toda sabendo que seria a Guardiã de Lissa. Por isso, a vida da amiga sempre estará em primeiro lugar e ela deve abrir mão de qualquer desejo em prol do trabalho de protegê-la dos Strigoi.

As duas compartilham um laço mágico muito importante e raro, Rose pode entrar na mente de Lisa e ver o que a outra vê, sentir o que ela sente, mas sem interferir.

Quando voltam para St. Vladimir, todos acreditam que a fuga foi uma inconsequência da juventude, mas não é bem assim. Existem mistérios envolvendo a magia dos Moroi que colocam Lissa e Rose, consequentemente em grande perigo.

Para apimentar um pouco as coisas, Richelle inseriu na trama o Guardião mais perfeito e desejável do universo. Dimitri Belikov é o responsável pela guarda de Lisa até que Rose se forme e também é o responsável pelo treinamento da dhampir. A química entre os dois é inegável, e mesmo com a grande diferença de idade e hierarquia, chovem faíscas nos breves contatos que eles têm.

O que posso dizer sobre Dimitri: ele é minha maior paixão literária, ele é um cara tudo de bom, ele é certinho demais, ele é PERFEITO *-* E Rose não fica nem um pouco para trás! Quando conheci Katniss Everdeen, só posso dizer que ela muito me lembrou Rose, as duas são duronas, cabeça-dura e não tem nada daquelas protagonistas bobinhas e manhosas! Quando Rose Hathaway quer uma coisa, ela vai atrás 🙂

O ritmo da narrativa, as emoções, mistérios, surpresas e reviravoltas fazem deste livro um must read. Para quem já leu a série, não deve achar este um dos volumes mais legais, e não é mesmo. Mas para chegar aos outros é necessário haver toda a introdução que Richelle fez em Academia de Vampiros.

Sem sombra de dúvidas esta é uma série de livros que eu recomendo de olhos fechados. São livros para ler e reler várias vezes, apreciando cada vez mais a mitologia incrível que a autora colocou nas obras.

Para quem não conhece toda a série, os títulos já publicados aqui no Brasil são:

  • O Beijo das Sombras (Vampire Academy)
  • Aura Negra (Frostbite)
  • Tocada pelas Sombras (Shadow Kiss)
  • Promessa de Sangue (Blood Promise)

E a série conta com mais dois volumes (ambos lançados em 2010) que eu já li o/:

  • Spirit Bound
  • Last Sacrifice

Leiam e se deliciem com esta história, sexy, divertida, emocionante e empolgante!

Avaliação (de 1 a 5):

Anúncios

Eventos #2: Richelle Mead

Oi gente! Domingo chegou e hoje venho mostrar para vocês tudo que rolou em mais um super evento literário aqui em Porto Alegre,  dia 27/11, domingo passado!

Pela primeira vez a Editora Agir promoveu um encontro aqui no RS, que teve como mediadora a nossa tão conhecida e querida Scheila, do blog Guardiã da Meia-Noite. A Scheilita está gravidíssima, mas mesmo assim não dispensa um bom evento, e esteve lá nos mostrando as obras da diva Richelle Mead já lançadas aqui no Brasil.

A Editora Agir está com uma campanha bem forte para trazer a Richelle para cá na próxima Bienal do Livro de São Paulo, ano que vem! Se ela vier, nem o papa me segura em casa, vou correndo pegar o avião para encontrar a diva, uma das minhas autoras favoritas! E se quiser ajudar a divulgar essa campanha, twite usando a hashtag #richellemeadnoBrasil!!!

Falando do evento, o pessoal compareceu e mostrou que estava por dentro do universo fantástico proposto por Richelle em suas obras. Falamos um pouco sobre Filha da Tempestade, que eu já resenhei no blog, então vocês podem conferir o quanto eu adorei. Também citamos a série Succubus (ou série Georgina Kincaid), que apesar de não ser publicada pela mesma editora, é uma das melhores da autora, na minha opinião (resenha AQUI).

E por fim, e mais importante de tudo, falamos MUITO sobre Vampire Academy, a primeira e mais famosa série da autora, que tem como protagonista o casal mais lindo e perfeito dos YA’s sobrenaturais: Rose Hathaway e Dimitri Belykov (amor eterno ❤)! Vocês não tem noção de como eu amo essa série e, apesar de já ter lido toda, nunca fiz post sobre ela!

Porém, durante o evento me bateu uma saudade gigantesca dos personagens e resolvi reler tudo, só para me apaixonar um pouco mais! Como vocês viram no post de ontem, já reli O Beijo das Sombras, que é o primeiro volume. Muito em breve postarei resenha dele e dos outros, vai ser meu presente de Natal para vocês! Hahaha, calma que também terão promoções!

Estavam presentes como sempre a Cláudia do Livraria Outubro, a Gabi, do Livros e Vagalumes e a Sílvia, que foi nossa companheira de grupo na gincana. Respondemos um quizz sobre os livros e também um caça-palavras, mega divertido! No final ganhamos as provas e saímos com brindes fofos: botton e chaveiro de Dark Swam!!!

Enfim, foi ótimo poder falar mais sobre as histórias maravilhosas criadas por esta diva da literatura, e só temos a agradecer à editora pelos exemplares cedidos para sorteio, além dos brindes. A Gabi, sortuda, levou um dos livros para casa, o que foi ótimo, pois ela era a única do nosso grupo que não tinha Filha da Tempestade ainda. 🙂

Espero que ano que vem mais e mais editoras tragam eventos como este para cá, adoramos poder nos reunir e ter uma desculpa oportunidade para comprar livros e nos divertirmos.

Falando em comprar, saí de lá em clima de Richelle: trouxe para casa dois livros dela que já havia lido, mas não tinha nas edições brasileiras: O Calor do Súcubo e Promessa de Sangue! São lindos *-*

Bem, foi isso! Espero que tenham gostado e que compartilhem suas opiniões sobre o universo mágico de Richelle Mead!!!

Richelle Mead – Filha da Tempestade

Hello people! Hoje a resenha é sobre o livro de uma das minhas autoras favoritas. Richelle Mead, juntamente com Meg Cabot, Sophie Kinsella, Diana Gabaldon, Nora Roberts, J. K. Howling, Paula Pimenta, Carina Rissi e, mais recentemente, Maria V. Snyder, figura entre minhas escritoras preferidas! Para quem não sabe (o que eu acho meio difícil) ela é a autora da série Vampire Academy, possivelmente a melhor série YA sobrenatural da década!!! Porém, muito mais do que isso, Richelle se dedica a criar todos os tipos de estórias sobrenaturais, para todos os públicos. Eu a amo escrevendo infanto-juvenis e a amo escrevendo para adultos. Para vocês terem uma noção do meu amor pelas obras dela, acessem aqui o post sobre os livros da minha vida (entre os quais falo sobre VA) e aqui a resenha que fiz sobre a série Succubus, outra maravilha criada por esta ruiva!!!

Bem, mas a trama de hoje é bem diferente destas que eu citei. O livro Filha da Tempestade fala sobre uma xamã, capaz de lidar com espíritos, demônios e tantas outras criaturas do Outro Mundo. O nome desta xamã em especial é Eugenie Markham, também conhecida no seu ramo profissional como Odile Cisne Negro (Dark Sawn = Cisne Negro, captaram?!). Ela foi treinada desde pequena por seu padrasto para combater as criaturas do mal que invadem este mundo, e vive desta profissão.

Mas existem muitos segredos por trás de sua origens, coisas que tanto seu padrasto (que é como um pai para ela) quanto sua mãe esconderam durante toda vida.

Porém, ao aceitar um difícil caso envolvendo uma menina sequestrada por um Nobre do Outro Mundo, ela vai se ver presa em uma intrincada trama envolvendo seu verdadeiro pai e muitos outros personagens daquele mundo que ela tanto despreza.

Nesta aventura Eugenie conhece Kiyo e Dorian, homens extremamente diferentes, mas que compõem um ótimo triângulo amoroso com a moça. Eu sou total e assumidamente Team Dorian, afinal quem iria preferir um musculoso veterinário a um poderoso, lindo, gostoso e refinado rei???

Os pontos negativos da obra ficaram por conta da revisão pouco cuidadosa da editora (não sei se foi porque ainda não tinha me ligado totalmente na história, mas só encontrei erros de concordância e coesão no início da obra), e a falta de maiores explicações sobre o Outro Mundo logo no começo da narrativa. Porém, não foi nada que tirasse o brilho de uma obra escrita tão bem por alguém tão talentoso quanto Richelle Mead! Eu amei o início da série e pretendo acompanhar de pertinho os próximos lançamentos desta saga, que já conta com mais dois volumes (intitulados Thorn Queen e Iron Crowned) no exterior e um quarto volume que tem previsão de lançamento para janeiro de 2012 e se chamará Shadow Heir (informações do site da autora).

A capa brasileira manteve a imagem original, o que eu gostei bastante. Espero que as próximas continuem assim. Não sei se vocês já perceberam, mas é uma espécie de padrão que as capas dos livros dessa autora sejam mantidas originais nas edições brasileiras… Enfim, por hoje era isso! Recomendo muito o livro, que traz um enredo rico em mitologia, sobrenatural, romance, muitas cenas hot e tudo mais que eu amo neste gênero literário!!!

Avaliação (de 1 a 5):

Volta ao Mundo em Sete Dias #4

Oi pessoal! Aqui estamos em mais um sábado com o post Volta ao Mundo! 🙂

Essa semana chegaram muitos livros legais, alguns até excepcionais, e confesso que já li todos!!! Comecei com Filha da Tempestade, da diva ruiva Richelle Mead, que é fantástico, a autora arrasou mais uma vez. Sério, essa mulher escreve bem demais, o único porém da obra foi a edição mal revisada, que me desgostou um pouco. Também li Estudos sobre Veneno, de Maria V. Snyder, primeiro volume da trilogia “As Lendas de Yelena Zaltana” que me surpreendeu MUITO! Eu esperava um livro bom, mas encontrei uma obra rica, mágica, romântica, um épico!!! Dá pra ver que eu me empolguei com este né?! A resenha já esta pronta e será publicada segunda-feira, aguardem!

Depois, li Terra de Sombras, terceiro volume da série Os Imortais, de Alyson Noel que me deixou chocada com a embromação da autora. Sinceramente, o livro não acrescentou praticamente nada à história, fora o fato de eu achar a Ever ainda mais burra que antes hehehe! Eu recebi o livro de uma troca no Skoob e fiquei feliz demais, a menina me mandou vários marcadores fofos e a obra está novinha em folha. 🙂

Houve também Glimmerglass – o encontro entre dois mundos, de Jenna Black que eu amei e já tem resenha aqui no blog! O livro é lindo, a capa, maravilhosa e o trabalho da editora foi muito bem feito! Eu já falei pra vocês que adoro a Universo dos Livros? Se não, estou contando agora! Os lançamentos deles são ótimos, os livros são bem revisados, as páginas, diagramação, etc. ficam muito lindas e o resultado final é um livro que vale a pena se gastar um bom dinheiro!!!

Ainda li Confie em Mim, mais um romance policial muito bom de Harlan Coben, autor cujas obras eu tenho uma paixão desenfreada! 😀 Falando neste livro, para mostrar a foto dele pra vocês eu tenho convidados especiais essa semana! Fiz uma fotinho (ou melhor, fiz um book, mas tive que selecionar só algumas) de cada um dos dogs que são meus companheirinhos de todos os dias. Sério gente, olhem que coisinhas mais fofas!

Duty

Bidu

Lady e Princesa

Não tem como não se apaixonar né!!! Meu pai tem adoração por Yorkshires e eu convivo com esses amorzinhos todo o dia! 😀 Enfim, estou dando uma de irmã babona, porém a verdade é que os filhotes estão com dois meses e eu babo neles todo tempo, hehe!!! Mas voltando ao mundo dos livros…

Essa semana não tivemos eventos por aqui, eita cidade parada!!! Entretanto, fiquei muito feliz com a divulgação da capa e sinopse do livro Minha Vida Fora de Série, da escritora Paula Pimenta. Não é segredo pra ninguém que eu AMO os livros desta mulher (resenhas aqui) e estou super ansiosa por esta nova série que ela irá lançar na XV Bienal do Livro Rio de Janeiro (invejinha de quem estará lá)!!! O mistério da protagonista finalmente foi revelado, tchan, tchan tchan, tchan:

“Mudar de cidade sempre é difícil, mas fazer isso na adolescência é algo que deveria ser proibido. Como começar de novo em um lugar onde todos já se conhecem, onde todos os grupos já estão formados, onde ninguém sabe quem você é? No começo, Priscila não gosta da ideia, mas aos poucos percebe que pode usar isso a seu favor, tendo a chance de ser alguém totalmente diferente. Mas será que o papel que ela escolheu é aquele que ela realmente quer representar? Aos poucos ela descobre que além da nova cidade, há algo mais importante a se conhecer: ela mesma.”

A capa ficou LINDA DEMAIS, eu amei de paixão!!! E vocês, gostaram? Para quem for sortudo o suficiente e que estará presente na Bienal, o lançamento será dia 10/09, as 16:00 horas no estande P09 da Editora Autêntica/Gutenberg.

Por hoje era isso, acho que já escrevi demais! Só para avisar, comecei a escrever o Book Blogger Hop, as postagens serão no domingo. Então, não esqueçam de dar uma conferida amanhã! Beijos e até a próxima!

Richelle Mead – Série Succubus

A série Succubus é, definitivamente, uma das minhas favoritas. Não é segredo para ninguém que eu idolatro Richelle Mead. Ela, junto com Meg Cabot, Suzanne Collins, Sophie Kinsella , Marian Keyes, J. R. Ward e J. K. Rowlling estão no rol das minhas favoritas!

Vampire Academy é a série de maior sucesso da ruiva, mas é destinada a um público mais jovem. Já a série Succubus é literalmente adulta. O súcubo é um ser mítico e demoníaco que seduz os homens e leva suas almas para o inferno ao dormir com eles. E nossa protagonista, Georgina Kincaid, é um súcubo. Ou seja, se alimenta da energia vital dos seres humanos indo para a cama com eles.

Pode parecer bem pesado, mas a escrita de Richelle, além de sensual, é rechada de tiradas sarcásticas e engraçadas. O enredo é muito bem desenvolvido e todos os personagens (mesmo o arqui-demônio Jerome) acabam por me encantar.

Eu já li os cinco volumes lançados no exterior, dos quais apenas três já foram lançados aqui também: “A canção do Súcubo”, “O poder do Súcubo”, “O sonho do Súcubo”, “Succubus Heat” e “Succubus Shadows”. Estou aguardando anciosamente o lançamento do sexto e último livro: “Succubus Revealed”!!!

No primeiro volume conhecemos Georgie e seus amigos: um grupo formado por dois vampiros, um duende e um demônio inferior. No final eles até acabam fazendo amizade com um anjo, Carter (que é, sem trocadilhos, divino *-*).

Também conhecemos Seth Mortensen, um escritor pra lá de charmoso (mas muito tímido) que faz reviver em Georgina emoções de um passado que ela sempre quis esquecer.

Ao longo dos livros vamos entendendo mais sobre o modo de vida da personagem e nos divertindo com as confusões infernais em que ela se mete. Seth se torna cada vez mais desejável. E cada vez mais inatingível. A gloriosa súcubo não quer roubar a energia vital de seu amado e isto é, literalmente, uma barreira entre os dois.

Esta é uma história de amor não-convencional que me encanta pela superação, pela força de vontade de lutar contra os obstáculos que os separam. Eles desejam estar sempre juntos e isso é mais forte que tudo.

“Eu não acho que posso encarar qualquer um. Mesmo você agora… Que é a melhor coisa do mundo e a pior. Vê-la o tempo todo seria apenas a lembrança de que não podemos estar juntos e nós nos veríamos o tempo todo, você sabe. Se eu aprendi alguma coisa é que o destino não permite que você e eu fiquemos distantes por muito tempo”

Seth Mortensen

“- Qual é o seu sabor favorito? – perguntou Maddie

– Eu aposto que posso adivinhar – disse Simone – Chocolate!

– Morangos! – chutou Maddie

(Georgina) Perdedoras. Era baunilha.

– Baunilha – disse Seth.”

Succubus Shadows

Não deixem de ler e se aventurar com esta história imperdível. E que venha o desfecho tão aguardado. Eu tenho os meus palpites, e vocês?

Avaliação (de 1 a 5):